15 programas absolutamente gratuitos para você fazer em Paris

Paris pode ser tanto muito cara quanto um lugar de ótimas oportunidades para quem viaja com orçamento apertado: só precisa saber onde e o que fazer. Pensando nos viajantes que se encaixam melhor no segundo caso, fizemos uma listinha com 15 atrações na Cidade Luz que saem absolutamente de graça. :p

1
Crédito: Flickr/Kotomi Creations[https://www.flickr.com/photos/kotomi-jewelry/]
 

 

1. Fique por dentro da história da cidade

A coleção permanente do Carnavalet Museum, especializado na história de Paris, é gratuita, interessante e abre todo os dias com a exceção de segunda-feira, dividida em dois casarões vizinhos, do século 16.

2. Conheça escritores famosos

Ou, quem sabe, futuros escritores famosos. A icônica livraria Shakespeare and Company promove com alguma regularidade conversas gratuitas com escritores diversos. Elas são abertas ao público, a única coisa que você precisa fazer é chegar cedo para garantir um lugar, caso o convidado do dia seja mais famoso.

3. Visite a igreja mais famosa do mundo

2
Crédito: Flickr/Kotomi Creations[https://www.flickr.com/photos/kotomi-jewelry/]

Não é cobrada nenhuma taxa para entrar na catedral de Notre Dame. A fila é enorme, mas anda rápido, então não desanime de primeira. O único cuidado aqui é para não entrar na fila de acesso às torres: essa sim custa dinheiro.

4. Experimente frutas e hortaliças frescas

A maioria das feiras de rua é rica em frutas, legumes e verduras, e as menos chiques, como a Marché Aligre, costumam oferecer fatias de pêssego ou abacaxi para os passantes. Por que não tirar uma casquinha?

5. Veja como vivia Victor Hugo, autor de Os Miseráveis

Localizada na linda Place des Vosges, a casa do grande escritor é um museu municipal com entrada franca. Basta entrar e conhecer os ambientes onde ele trabalhava, dormia, escrevia e levava a vida.

6. Arrume ingressos gratuitos para museus todo mês

O primeiro domingo do mês é quando a maior parte dos museus da cidade estão de graça, mas isso significa filas maiores e aglomeração. O que você economiza em dinheiro, perde em tempo. A solução é evitar os museus mais famosos e preferir instituições menos conhecidas, como o Musée des Arts et Métiers, especializado em ciência e história, que funciona numa antiga abadia, cuja entrada também é gratuita nas noites de quinta.

7. Aproveite os artistas de rua com um cenário sensacional

3
Crédito: Flickr/Mark Turner[https://www.flickr.com/photos/markturner/2878566856/in/photolist-5onpD3-74ZQAC-5vb2r8-auwCkK]

O cenário de que estamos falando é Paris. Nos degraus de acesso à Sacré-Coeur, é praticamente certo que você encontre os artistas se apresentando de costas para a vista panorâmica de uma das cidades mais lindas do mundo. A música pode até não ser de primeiríssima linha, mas o visual e a experiência são.

8. Aproveite o centro da cidade visto do alto

Pegue o elevador do Institut du Monde Arabe para visitar o café que fica no terraço. Deixe o chá pra lá e aproveite a vista da Notre Dame e do centro de Paris.

9. Pegue doces da mão de estranhos!

Vá para Mazet de Montargis, no Marais, e experimente as praslines, um doce de amêndoas que tem sido feito no sul de Paris nos últimos séculos. Também existem outros tipos de castanha e guloseimas cobertas com chocolate para provar. Compre se quiser, mas não precisa se sentir pressionado.

10. Deixe o Da Vinci pra lá e invista na arte moderna

O Palais de Tokyo abriga algumas exposições que exigem bilhete, mas a coleção principal de arte contemporânea é gratuita. E a melhor parte é que fica aberta até meia-noite, menos na terça-feira, quando não abre. Tá aí um programa noturno barato!

11. Música em trânsito

4
Crédito: Flickr/Matt J. Herring[https://www.flickr.com/photos/mattjherring/5738315484/]

O serviço do metrô francês, RATP, dá autorização a certos músicos para que toquem dentro das estações (mas não dentro dos vagões). Na verdade, eles realizam audições para distribuir autorizações, o que significa que você pode facilmente dar de cara com um concerto se der a sorte de estar no lugar certo, na hora certa. Não precisa pagar nada (mas eles vão ficar felizes com alguns trocados).

12. Exposições rotativas na Prefeitura

De moda a cinema, fotografia a bicicletas, as exposições gratuitas da Prefeitura atraem multidões nos fins de semana, então é melhor dar preferência aos dias úteis.

13. Veja como o Google vê Paris

O Pavillon de l’Arsenal é imperdível para quem curte urbanismo e planejamento de cidades. O Google ajudou nesse projeto que acompanha a arquitetura da cidade, incluindo os projetos futuros que darão cara nova à capital, com exibições modernas e interativas.

14. Beba…

… água! A cidade está repleta de tradicionais bebedouros de água cristalina e própria para consumo. Se você pesquisar um pouquinho, dá pra achar até bebedouros de água gasosa natural, o que permite economizar alguns euros deixando de comprar uma Badoit ou Perrier.

15. Veja a Torre Eiffel enlouquecer

Muito pouca coisa relacionada à Torre Eiffel é gratuita: até subir pelas escadas é cobrado. Mas existe uma coisa que você pode fazer de graça. De hora em hora, a torre ganha vida com um show de luzes que lembra uma chuva de cristais Swarovski. Você só precisa escolher um lugar de onde dê pra ver a torre inteira à distância. Ingresso: grátis.

Só falta agora clicar aqui para escolher o seu Mochilão preferido com Paris, e tratar de experimentar essas dicas o mais rápido possível!

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.