Burning Man: o festival que pega fogo!

O Burning Man não chega nem perto em ser chamado de festival. O evento é tão grandioso e proporciona tantas experiências que é impossível compilar tudo em uma só palavra.

Como o próprio site do evento diz, ele reúne “arte e comunidade temporária com base na auto expressão e autossuficiência”. Anualmente, cerca de 50.000 pessoas de todas as partes do mundo se reúnem no deserto de Nevada, nos Estados Unidos, e lá criam uma cidade temporária, conhecida como Black Rock City. O mais curioso? Quando tudo acaba não há sinal de que houve um festival dessa proporção por lá. A parada é tão organizada que além de viver coletivamente e as mais insanas experiências, existe data para começar, sempre na segunda feira antes do feriado do Dia do Trabalho, nos Estados Unidos e terminar, no feriado em si, no dia 3 de setembro.

Como o nome do festival pode sugerir, a peça central é um enorme boneco de madeira, queimado durante os dias que sucede a celebração. Mas nem sempre foi assim. No verão de 1986, Larry Harvey, criador do evento, e outros amigos montaram um homem de madeira de quase dois metros e meio de altura e outro em forma de cachorro com pedaços de madeira e, nas praias de Baker Beach, em São Francisco, atearam fogo com a desculpa de ser uma “auto-expressão”. A acontecimento chamou tanta à atenção que a cada vez que era realizado atraia uma quantidade significante de pessoas. O último evento realizado em Baker Beach contou com mais de oito mil pessoas!

Depois de ser proibido algumas vezes pela polícia, por ser considerado arriscado, em 1997 o evento foi movido para o leito seco do lago Hualapai, próximo a Las Vegas. Nesse ano a proposta era a proibição de automóveis e a re-criação do evento, na forma mais sustentável possível: com bicicletas.

O sucesso de não permitir automóveis e nenhum incidente envolvendo bicicletas fez com que o evento ganhasse uma jurisdição para fixar-se no deserto de Black Rock e, desde 1998, o Burning Man acontece por lá.

O evento tem como base 10 princípios: inclusão, troca, desmercantilização, autossuficiência, auto-expressão, comum esforço, responsabilidade cívica, não deixar nenhum vestígio , participação e imediatismo. Além disso, durante todos os dias do festival várias expressões de arte, construção de veículos mutantes, passeios de bicicletas e exibição de filmes são os passatempos dos participantes.

Outra coisa bacana do evento é que tudo é dado livremente e recebidos entre amigos e estranhos.  Ninguém vai forçar você a fazer absolutamente nada, nem deixa-lo de fora por qualquer coisa. A moeda do Burning Man é a troca: nada é vendido, apenas trocado ou ofertado aos participantes., o lema é: aproveitar e ser feliz.

Interessou? Então cola lá no site do Burning Man e já comece a se planejar, a próxima edição é entre os dias 27 de agosto e 3 de setembro.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.