5 dicas para um bom roteiro na Nova Zelândia

Vai viajar para a Nova Zelândia e ainda está pensando no roteiro? Então você está no lugar certo! Afinal, toda boa viagem começa com um bom roteiro, e é sobre isso que vou falar no post de hoje.

Separei algumas dicas essenciais para você conhecer o que tem de melhor na “Terra da Longa Nuvem Branca”, significado de Aotearoa, palavra Maori para Nova Zelândia. São informações que considero superimportantes para você aproveitar todas as belezas e experiências incríveis daqui! Vamos lá?

Qual é a melhor época para ir?

Assim como o Brasil, a Nova Zelândia está no hemisfério sul, então é bem fácil lembrar as estações do ano. Para os fãs da neve e do frio, a melhor época para vir é entre junho e agosto. Na Ilha Sul, várias cidades registram neve e mesmo na Ilha Norte, onde as temperaturas são mais amenas, há estações de esqui para curtir e testar suas habilidades.

Para os que preferem praia e calor, a dica é viajar entre dezembro e fevereiro, quando o verão aqui está a todo vapor! Aproveite para fazer vários passeios aquáticos, assim você aprecia as lindas paisagens neozelandesas e ainda se refresca 🙂

Como se locomover pelo país? 

Se a sua intenção for visitar várias cidades e lugares, além do período de estudos por aqui, você tem ótimas opções! Talvez a que mais se encaixe no seu bolso, principalmente se você tiver amigos para te acompanhar, será alugar um carro. Para isso, basta apresentar sua carteira de motorista do Brasil e a tradução oficial do documento.

Outra alternativa é usar o nosso transporte público. As linhas de ônibus na Nova Zelândia são muito confortáveis e possuem Wi-Fi no percurso entre cidades. O trem é perfeito para uma viagem mais tranquila e oferece lindas molduras vivas enquanto você viaja! O viajante também conta com uma lanchonete no trem e bastante conforto. Alguns trens possuem teto de vidro para uma imersão ainda maior nas paisagens naturais.

Sem dúvida, a opção mais prática é o avião. A Nova Zelândia é um país pequeno, então é tranquilo ir de uma cidade para outra. As principais companhias aéreas domésticas são a Air New Zealand e a Jetstar: a primeira é considerada uma das melhores do mundo e a última tem as melhores tarifas. Fique de olho nos preços para pegar uma boa promoção!

Como aproveitar os passeios de aventura?

Para quem não tem medo de altura, um passeio de balão ou um salto de bungy jump têm aventura de sobra! Voar de balão em Queenstown é uma ótima oportunidade para se encantar com o visual incrível do país. A recomendação é fazer o passeio durante o nascer do sol, pois as cores do amanhecer em Queenstown são surreais.

A Nova Zelândia tem o bungy jump mais famoso do mundo, pioneiro nesse tipo de experiência. Se você for supercorajoso, então o bungy de 134m te espera! Para ir aos poucos, o bungy da Kawarau Bridge, de 43m, é a opção perfeita para os iniciantes.

A gente sabe que esse tanto de adrenalina não é pra todo mundo, mas é possível escolher passeios um pouquinho mais leves. Que tal uma aventura aquática? Com tantos raftings famosos pelo país, vai ser impossível se contentar com um só. A neve também pode render muita diversão! Com opções tanto na Ilha Sul quanto na Ilha Norte, você vai poder esquiar ou andar de snowboard.

Como se divertir sem gastar tanto?

Mount Eden, Auckland: você não vai precisar pagar nada para fazer uma caminhada até o topo de um dos vulcões adormecidos de Auckland. Além disso, a vista 360 graus da cidade é espetacular!

Hot Water Beach, Coromandel: uma das praias mais procuradas fica apenas a 2h30min de Auckland. É lá que você vai encontrar um dos cenários do filme Crônicas de Nárnia e também poderá fazer a sua própria piscina natural com águas quentes, basta cavar um buraco na areia.

Tongariro Alpine Crossing: essa é uma caminhada para aqueles que gostam de aventura e de exercício, pois o percurso é de 19 km. Mas, fique tranquilo, você será recompensado no caminho quando encontrar paisagens fantásticas de tirar o fôlego!

Quais passeios você não pode deixar de fazer?

Helihike: essa experiência é para quem gosta de geleiras e quer caminhar por elas. De helicóptero, você sai de Franz Josef e vai para o topo de uma montanha com geleiras onde vai poder explorar tudo ao redor.

Milford Sound: pense na junção de uma estrada maravilhosa, um cruzeiro fantástico e paisagens impossíveis de serem capturadas por uma câmera fotográfica. Essa região da Ilha Sul, próxima de Queenstown, precisa estar no seu roteiro, pois a magnitude do lugar vai te deixar fascinado pela Nova Zelândia.

Tamaki: uma vila Maori que fica na cidade de Rotorua. Lá você poderá conhecer um pouco mais sobre a cultura do povo Maori, assistir a uma performance, incluindo a dança Haka, e ainda jantar uma comida feita por eles com um sabor maravilhoso.

Anelita Casquel - Embaixadora da CI Nova Zelândia

Anelita Casquel - Embaixadora da CI Nova Zelândia

Olá! Meu nome é Anelita, sou embaixadora da CI Nova Zelândia e moro em Auckland há mais de 10 anos. Como todo mundo que começa uma vida no exterior, eu comecei estudando e trabalhando. Sou apaixonada por viagens e pessoas e nunca me canso de dizer que a Nova Zelândia é o melhor lugar do mundo pra você fazer seu intercâmbio.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.