A Paris de Amélie Poulain: uma coleção de instantes mágicos

Um par de olhos negros, um jeito inocente e uma postura fora do comum. Há mais de 10 anos desde a primeira exibição do “Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, ela continua apaixonando novos olhares e impulsionando a encantadora região onde está o ponto mais alto de Paris. Através da história doce da jovem que se dedica a fazer as pessoas a seu redor felizes, o filme veio a popularizar o descolado bairro Montmartre, que segue fervilhando nos destinos de muita gente. A casa de artistas, pintores famosos e boêmios nos revela uma beleza ímpar no centro da capital das luzes.

O mesmo rostinho que apareceu no clássico de Jean-Pierre Jeunet apresentou recentemente as cerimônias do Festival de Cannes. Inevitavelmente, a atriz Audrey Tautou trouxe Amélie ao backstage do cinema de 2013.

Fazendo um revival “french touch” para a Semana dos Namorados, pincelamos algumas locações onde o filme foi rodado e que continuam no topo. É pra embarcar de coração e alma no universo dos pequenos prazeres da colecionadora de instantes mágicos. São todos, na realidade, grandes atrações românticas em meio a um bairro que mescla religião, gastronomia e noite.

Cafe des Deux Moulins

1

O adorável café onde Amélie era a garçonete não perdeu o charme e a sofisticação. Quem já foi compara de forma bem positiva com o que foi visto na plástica mágica da tela. A ambientação art déco e uma estética própria dos anos 50 foram preservadas. As cortinas são de renda e predominam as cores mostarda e vermelho. O banheiro do café é unissex de verdade e foi lá onde aconteceu uma cena picante do roteiro com Joseph e Georgette.

Reparar em cada pôster original do filme e nas fotos mantidas atrás do balcão é convite certo para os mochileiros e estudantes cinéfilos. Apenas não está lá a tabacaria.

Visitantes do mundo todo são bem-vindos na adorável esquina da rua Lepics com a rua Chau. O atendimento é conhecido pela gentileza e simpatia e é possível “instagramar” à vontade lá dentro. O doce mais pedido é o crème brulée, um dos pequenos prazeres da vida de Amélie, que gostava de quebrar a cobertura de açúcar derretido na sobremesa.

Canal de Saint Martin

2

Mesmo sendo impossível eleger apenas um ponto parisiense do filme, o principal cartão postal da película seria o Canal de Saint Martin. Era lá que a tímida jovem ia para lançar pedras, passar o tempo e sonhar. São grandes momentos do filme. Como visto na telona, é um espaço adorável aonde os franceses vão para relaxar e os turistas podem navegar e desfrutar da paisagem verde. A passarela que atravessa o estreito canal também faz parte do filme e nos pontos onde o canal se esconde debaixo da terra, surgem bonitas praças e boulevares. À noite o Saint-Martin também é bonito até dizer chega.

O Saint Martin fica entre o 10º e o 11º arrondissement de Paris, um pouco afastado do bairro Mont Martre. Da estação Gare de l’Est, é só atravessar o Jardin Vilemin e você já verá a beleza deste cenário.

Rua Saint-Vincent

3

A rua é curtinha e a boa pedida é caminhar por ela inteira. De mãos dadas fica melhor ainda. Um passeio pela rua Saint-Vincent pode ser muito agradável e simples como era a própria personalidade de Amélie. Em seu cotidiano, a moça vivia fascinada por pequenas coisas no seu mundinho particular. O charmoso rolê neste canto do bairro remete diretamente à cena onde a protagonista principal andou com o namorado de motocicleta no final do filme. A rua fica próxima à estação de Metrô Lamarck-Caulaincourt, onde ela ajudou o cego e fez outras benevolências.

De beleza tão particular, a rua Saint-Vincent vivia servindo como retrato para os quadros de pintores impressionistas. Aproveite ainda o entorno fervido, pois a região está repleta de lojas da moda, cafés e muitas galerias de arte na rua Beaux Artes. Pode-se ir aos museus do Louvre, L´Orangerie e D´Órsay caminhando pelo Quai Voltaire.

Basílica de Sacré Coeur

4

No bairro Mont Martre, onde se passa a pacata e doce vida de Amélie, também há um pedação da história religiosa da França. Um clichê dos mais visitados na Europa, a Basílica do Sagrado Coração de Paris, ou apenas Sacré Coeur, é ponto mais alto de Paris. O local onde Amélie deixa pistas para que Nilo, seu futuro namorado, possa resgatar sua pasta. Ela põe setas nas escadarias da igreja e dá dicas de onde o misterioso colecionador poderá encontrar a pasta com suas coleções.

O clichê também vale a pena no roteiro. Com lindo visual cinematográfico assim como nos interiores onde rodaram as cenas, o jardim é majestoso, uma dica para meditação e descanso. O topo é aberto à visitação e reserva uma vista espetacular da cidade de Paris, embora câmeras e outros aparelhos sejam proibidos.

Mont Martrer e o Grande Louvre são duas das paradas obrigatórias no Mochilão Romântico que a CI preparou pra você. O incrível bairro do filme também pode ser vivenciado de bike, uma experiência que vale a pena.

Mas se você chegou até aqui, está solteiro e planeja sair de viagem pra Europa, aproveite as promoções do Mochilão Balada que te leva para três noites na cidade de Paris.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.