ANTES DE EMBARCAR

Queria passar aqui uma série de dicas importantes para quem um dia desejou ou ainda deseja fazer um intercâmbio na China, mas que nunca criou coragem. Segue a minha primeira dica e mais importante de todas. Se você tem vontade e está preparado, venha pra China sim e por que não? Tem tudo para ser uma experiência diferenciada em sua vida pessoal e até profissional.

POR QUE A CHINA?

Eu escolhi a China porque era sim uma viagem que desejava fazer a um certo tempo por causa de suas raízes culturais, ascensão econômica que a China tem vivido nos últimos tempos e também para fugir um pouco dessas viagens mais tradicionais que estamos acostumados a ver os brasileiros fazerem. Fiquei na dúvida entre Japão ou China, mas o momento de crescimento hoje vivido pela China foi o fator determinante para me fazer optar por esse país.

Eu poderia até ter vindo apenas como um simples turista, mochileiro, mas resolvi vir como intercambista porque queria aprender também um pouco do idioma e fazer amigos com outros estudantes internacionais da escola e ter um suporte local. Está valendo muito a pena estar vivendo tudo isso, apesar de ser apenas um mês. Estou em Pequim que é a cidade onde está localizada a escola que escolhi para estudar. A Sprachcaffe.

BARREIRA DO IDIOMA

Se você está se perguntando se eu sabia falar mandarim antes de vir para cá, a resposta é NÃO. Não sabia falar absolutamente NADA em mandarim, escrever muito menos e mesmo assim resolvi encarar essa aventura. Porém meu inglês é avançado e isso foi o que me salvou por aqui. Com o inglês você se vira em muitas situações e até mesmo para poder conseguir acompanhar as aulas é fundamental. Até nos aeroportos e no metrô existe sinalização em inglês. Mas se você não fala nem inglês e nem mandarim, então não sei se vai ser uma experiência produtiva. Eu particularmente não recomendo vir sem esse conhecimento prévio. Acho até que a China cabe como um destino super válido para um segundo intercâmbio para quem já morou antes dos EUA, Canadá, UK, Nova Zelândia, etc.

Porém vale salientar que nem todos os lugares e situações você consegue se virar apenas com o inglês. Eu mesmo estou precisando apelar muito para mímicas e algumas palavras básicas que já andei aprendendo por aqui. Segue a dica.

VISTO

Pretende vir pra China? Verifique as condições do seu passaporte para ver se ainda estará válido por 6 meses do período da viagem. Além disso é necessário obter visto antecipado para entrar na China. Consulte um despachante especializado em vistos para a China e se informe como é o procedimento. Caso não conheça algum, a CI poderá lhe indicar alguns despachantes. Sugiro você aplicar para o visto que permite mais de uma entrada, se for possível. Isso porque por exemplo: Se você estiver em Pequim e desejar ir até Hong Kong, não conseguirá retornar para Pequim com o visto de apenas única entrada. Eu infelizmente não me atentei para isso e fiquei impossibilitado de conhecer Hong Kong.

DINHEIRO

Dica super importante agora. Apesar do cartão de crédito ser preferência dos brasileiros, saiba que aqui na China se usa bem menos cartão do que no Brasil. Aqui quase tudo se paga em cash e é mais difícil encontrar lugares que aceitam pagamento em cartão de crédito ou débito.

Reserve sua moeda RMB (Yuan) antes de vir pra China. Eu reservei com a Confidence Cambio e deu tudo certo. Se seu dinheiro acabar, basta ir no banco e sacar mais uma boa quantia. Portanto não precisa sair do Brasil com tanto dinheiro em espécie.

PASSAGEM AEREA

Outra super dica. Sei que são muitas horas de voo, mas saiba que você pode vir para a China e ainda fazer uma parada em DUBAI. Isso mesmo!! Eu fiz e mais do que aprovei. 14 horas de Guarulhos para Dubai, parei por 2 dias e depois segui por mais 7 horas para Pequim.

Consulte a CI sobre as opções de voo para a China através da Emirates passando por Dubai. Brasileiro pode permanecer por até 96 horas em Dubai sem precisar de visto. Aliás, precisa de visto sim. Mas dentro dessas 96 horas você consegue aplicar para um visto simples de trânsito que é concedido no próprio aeroporto e que vai te custar cerca de US$ 135,00. Mas para isso dar certo você precisa estar com alguma reserva de hotel em Dubai. Comigo funcionou super bem e certamente foi uma das melhores coisas que fiz. Isso sem contar que a Emirates é uma companhia aérea impecável em todos os aspectos. Lógico que existem outras opções de voo, com outros roteiros, mas você não vai se arrepender se seguir essa minha sugestão. E esse stop eu sugiro que seja feito na ida, pois na volta você irá querer mesmo é retornar diretamente pra sua casa descansar da viagem.

Façam bom proveito dessas primeiras dicas e em breve enviarei mais algumas informações sobre a escola, acomodação e outros aspectos comportamentais da China. Zai Jian.

Aureo Paiva

Aureo Paiva

Áureo Paiva é de Natal/RN, apaixonado por intercâmbio cultural e um viajante incansável. Já visitou diversos países, conheceu outras culturas e fez muitos amigos. Dessa vez ele embarcou pro outro lado do mundo: China. Uma nação incrível com destaque na economia mundial. Aproveitou para aprender um pouco do idioma e cultura milenar.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.