Após 23 horas de viagem entre Brasil e Emirados até chegar na Índia….

Oi  Pessoal,

Nesta viagem passarei alguns dias na Índia a caminho do Nepal (Kathmadu) onde ficarei por duas semanas fazendo trabalho voluntário em um orfanato e ficarei  ”morando”  no alojamento do próprio projeto, enquanto na India ficarei em albergues, pois acredito que é a melhor forma de conhecer gente nova, ainda mais quando se está sozinho!

Muita gente me perguntava “Gabriel,  por que ir tão longe, se você pode ajudar aqui mesmo no Brasil?”. Em todas às vezes, minha resposta foi “O Brasil tem muita empresa privada que ajuda, claro que ainda não o suficiente, mas muita gente esquece que  existe um paisinho super pequeno e pressionado por dois gigantes, China e Índia, chamado, Nepal! E, que pela proporção, tamanho x população a situação é bem critica. Além do mais, sou mesmo chegado à viagens que fujam do convencional  e  países mais exóticos.

Aproveitando esse momento de espera no aeroporto, vou contar um pouco sobre  alguns fatos interessantes que aconteceram durante a pré viagem.

Este ano em uma viagem de trabalho passei por Dallas em conexão para o Brasil e o motorista do ônibus que me levou de um terminal ao outro (como estávamos apenas os 2 no veículo) começou a puxar papo,  e eu que nem gosto de conhecer gente nova, claro que entrei na onda! Resumindo, o cara era do Nepal!!! Nossa…já passei por 25 países durante meus 33 anos, e se a memória não me falha não me recordo de ter conhecido alguém de lá, nem sequer uma vez.

Conversando com ele comentei apenas que ia para o  país dele mas nada sobre meus planos. Ele depois de abrir um super sorriso em saber que alguém escolheu passar as férias no país dele, começou a contar também sobre a situação econômica e que o mais triste eram as crianças órfãs e completamente abandonadas.

Lembro dele falando “Agente tenta ajudar como pode, mas no geral só se sabe construir e construir. Quando se trata da educação, alimentação e atenção para as crianças, nada acontece”.  Ele vem de uma vila minúscula no interior do Nepal e uma vez por ano se junta com mais 5-6 conterrâneos e enviam o equivalente à $500 dólares cada para ajudar as crianças.

Bem, não preciso falar da reação dele quando contei que ia justamente para ajudar como puder e que inclusive o valor que paguei para o programa seria revertido para o projeto, seus olhos ficaram cheios de lágrimas! E nesse momento tive a certeza absoluta que escolhi muito bem o que fazer das minhas férias.

Algumas semanas se passaram e os raros comentários que ouvia sobre o Nepal (tirando a situação econômica) eram unânimes quanto a hospitalidade do povo, beleza e atmosfera no país, tudo bem?! Mas e a Índia? Passo 5 dias na ida e quase 1 dia inteiro na volta. A Índia é um país que sempre quis conhecer, mas sempre ‘empurrei com a barriga’ ! Uma amiga que trabalhava comigo mudou-se para Mumbai por 1 ano e recentemente retornou ao Brasil,  apenas pra renovar o visto! Jura??? Ela tá gostando tanto assim que resolveu voltar para ficar sei lá quanto tempo mais? ?Pelo visto sim!

Não tive a oportunidade de encontrá-la no Brasil e tenho pouco tempo na Índia para ir até Mumbai, que fica ao sul.

Isso é um feedback e por sinal bem positivo. Mas no geral encontrei e conheci muita gente que já havia passado pela Índia e pouquíssimos não gostaram, talvez porque não sejam MESMO o perfil mais ‘roots’, enfim.A grande maioria amou! Salvo alguns acontecimentos, como Diarréia.

Parece que todo mundo que vai p/ Índia tem um pirirí louco em algum momento. Um Canadense inclusive me disse que assim que chegou, nele foi tão forte que (viajando sozinho como eu) tinha certeza que morreria, deixando até um bilhete no criado mudo ao lado da cama, informando a quem deveriam telefonar, juro, estávamos em um almoço de negócios em uma enorme mesa redonda, onde 3 já tinham ido (incluindo esse gringo). E depois desse comentário dele, pensei.”putz, ferrou!” Ele fechou o papo dizendo que depois ficou tão apaixonado pelo país que até casou-se com uma indiana e viveu na Índia por muitos anos! PASMEM! Hoje moram no Canadá!

A outra, uma brasileira que viu tanta gente passando mal que também teve complicações. Resolveu então não comer as comidinhas do cotidiano indiano e comeu um quiche básico! Não preciso dizer que essa daí também se deu mal né!? E por ultimo recebi a diga de umas pastilhas que se dilui na água p/ purificar…

Acho que nunca viajei tão preparado com remédios…rsrsrsrs.. tenho para tudo…espero! A tal da pastilha p/ purificar água deixei de lado, vamos ver no que dá., não pode ser tããoo assim tudo o que muita gente fala..

Por tanto, convido-os a me acompanharem nessa experiência que acredito eu, será incrível. Só espero não ter pirirí! Prometo contar se tiver, palavra de escoteiro!rsrs

Galera, fico por aqui, vocês já devem estar cansados de mim e mal comecei esse blog, é que me empolgo com facilidade…rsrs

Inté !

Gabriel Canellas

Gabriel Canellas

Paixão por cozinhar e viajar! E também...COMER! Canellas considera muito importante provar os sabores dos lugares que visita. Nessa aventura além do Himalaia, serão 2 semanas de trabalho voluntário no Nepal e uns dias na Índia, passando por Delhi, Varanassi e Agra. Acompanhe a fantástica experiência.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.