Argentina além de Buenos Aires

imagem_1

A Argentina não se resume somente à capital do gênero de compasso “dois por quatro”. Por mais brilhante que seja Buenos Aires com seus pontos turísticos e a noite agitada, chegou a hora de você explorar as ensolaradas regiões de norte a sul do país,  para conhecer o legado cultural que a colonização espanhola deixou em cidades hermanas como Córdoba ou Mendoza.

Os vizinhos são bons de museus, gastronomia e também têm muito a oferecer aos mergulhadores e mochileiros, visto a beleza natural de locais como Puerto Madryn na Patagônia. De águas cristalinas, este é o destino escolhido para abrir as nossas dicas, abaixo. Mergulhe de cabeça, ou vai perder um mundo a parte.

Puerto Madryn com as baleias

imagem_2

A cidade balneária mais populosa do sul argentino é um destino ainda pouco difundido. No entanto, é uma região na qual o frio é menos intenso e é um dos melhores lugares do mundo para ver baleias. Além de ser o ponto na Patagônia mais próximo de Buenos Aires, com voos que demoram pouco menos de duas horas, Madryn abriga a reserva da Península Valdés, que é reconhecida pela Unesco como patrimônio da Humanidade. Enormes falésias e praias servem de lar para leões e elefantes marinhos, que vivem na região o ano todo. A alta temporada vai de setembro a novembro, quando as baleias são vistas em maior quantidade.

imagem_3

Um mar incrivelmente transparente faz de Puerto Madryn a capital argentina do mergulho. Praticar o esporte nessa realeza pode ser algo próximo a estar num grande aquário, em meio a diversas espécies de corais. Tranquila, organizada e com boa infraestrutura hoteleira, a cidade tem atualmente cerca de 90 mil habitantes. E boa parte do acervo do seu presente e passado pode ser encontrado no museu Provincia del Hombre y El Mar. Outro espaço cultural que vale a pena visitar é o Ecocentro, situado no alto de um penhasco onde há uma vista inebriante da praia de Puerto Madryn.

Mendoza é puro trekking

imagem_4

Localizada aos pés da Cordilheira dos Andes, Mendoza brinda seus visitantes com paisagens incríveis, mostrando que é muito mais que a capital vinícola do país. Esse oásis argentino, que tem o clima ameno e ideal para produção de uva, é também a melhor base para explorar o Parque Provincial do Aconcágua e fazer um trekking cheio de atitude. A proximidade dos Andes faz da cidade um local extraordinário para explorar o Cerro Aconcágua, a maior montanha do mundo fora dos Himalaias.

imagem_5

A cidade verdejante tem atrações legais o ano todo. Quem viaja até lá pelos vinhos, se depara com ótimos roteiros de bike para visitar as vinícolas e fazer degustações.  A época ideal para cair em Mendoza é entre outubro e maio – entre a primavera e o verão – especialmente quando há flores, frutos e muito verde, destacando a natureza da cidade. No inverno, é possível ver neve, passear pelas montanhas e, claro, visitar o pico do Aconcagua. Nas férias de julho, as montanhas são esquiáveis, atraindo outros esportistas para seu cenário exuberante.

Você ainda pode combinar um roteiro entre Argentina e Chile, o trajeto de Mendonza a Santiago, por exemplo, é uma viagem rodoviária espetacular com paisagens impressionantes. Se a intenção é uma viagem de maior duração, inclua nos planos um estudo de espanhol, bem no centro de Mendoza.

Córdoba tem história pra contar

imagem_6

O polo universitário e cultural é a capital da província das Sierras Centrais e a segunda maior cidade da Argentina, um ótimo destino para explorar as serras e as cidades vizinhas de Vila Garcia. Lá você pode visitar o museu Che Guevara, a antiga casa em que o jovem revolucionário viveu quando criança, é sede de um belo museu localizado a 30 km de Córdoba.

Para cultuar seu rico legado, a cidade de Córdoba abriga bons museus e teatros, como o Teatro del Libertador San Martín, um dos mais antigos da Argentina e ícone da cidade  que também é referência em apresentações de música e dança. No passado, uma das principais cidades criadas pelos colonizadores espanhóis, ela preservou o seu centro histórico e a arquitetura desta época. Encontre um museu a céu aberto com igrejas antigas, criptas, o Cabildo (casa do governo) e a belíssima Universidade Nacional de Córdoba, esta uma das principais atrações da cidade. Não há nada melhor do que caminhar pelo centro e conhecer as construções deixadas ao tempo, desde o quarteirão Manzana Jesuítica ao bairro de Guemes.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.