Arte por toda parte em Barcelona

Então você vai visitar Barcelona e gostaria de conhecer alguns dos espaços de arte mais especiais da capital da Catalunha? Não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo. Vamos falar neste post dos museus e galerias mais básicos, que são imperdíveis, mas também de algumas opções menos conhecidas, para a sua viagem ser inesquecível e única.

Barcelona, além de ser uma cidade com uma vida noturna exuberante, com seus bares e nightclubs, é incrivelmente rica culturalmente, e possui muitos museus e espaços de arte de encher os olhos. Vamos começar, então, com as melhores opções desta que é a capital da comunidade autônoma da Catalunha.

Fundada pelo Império Romano, Barcelona teve seu território ocupado por outros povos no decorrer da história: os iberos, os cartagineses, os visigodos e os muçulmanos, para ficarmos com alguns dos principais. Acolhedora nas quatros estações do ano, a cidade tem opções para casais românticos, para solteiros, famílias com adolescentes, idosos, estudantes, enfim, todo tipo de visitante vai encontrar com o que se encantar.

O interessado nas belezas artísticas de Barcelona pode começar pelo Museu Picasso. Com mais de 3.500 obras-primas do famoso pintor, estamos falando talvez da coleção mais importante no que diz respeito à juventude de Picasso e à sua estreita relação com a cidade de Barcelona, uma das cidades onde morou.

Com uma coleção permanente de mais de 3.600 obras de arte correspondentes à época de formação e juventude do pintor, fica no núcleo histórico de Barcelona e é um dos museus mais visitados da cidade. Por isso, espere encontrar uma fila considerável na calle Montcada.

A Fundação Joan Miró é uma excelente pedida para ficar conhecendo melhor esse que é um dos mais expressivos artistas catalães do século 20. O espaço da fundação reúne grande parte do melhor de sua produção em pinturas, tapeçarias e desenhos. Existe um agradável café, e um jardim próximo ao Estádio Olímpico, com esculturas que também são imperdíveis. Além disso, obras de Miró estão espalhadas por toda a cidade, com suas figuras antropomórficas, cores primárias e toque inconfundível. Fica no Parc de Montjuic.

Já a Fundación Tapies é dedicada a Antoni Tàpies, pintor e escultor catalão que foi co-fundador do movimento artístico pós-guerra Dau al Set, ligado ao surrealismo e ao dadaísmo. Tapies criou a fundação em 1984 para promover o estudo e a pesquisa em arte moderna e contemporânea.

O ingresso sai por 10 euros. O acervo deste que é um dos maiores artistas espanhois contemporâneos está dividido em três andares. As exposições são renovadas quatro vezes por ano, mas sempre dando uma excelente visão geral das obras de Tapies. Fica clara a evolução das técnicas de Tapies e seu uso de materiais os mais variados. O endereço é calle Aragó, número 255.

O Mies Van der Rohe Pavillon foi projetado pelo arquiteto alemão Ludwig Mies van der Rohe como o Pavilhão Alemão para a Exposição Internacional de Barcelona de 1929. Todo feito em vidro e mármore travertino, típico de Roma, o pavilhão foi desmontado em 1930 após o evento e reerguido em 1986. É um lugar que inspira muitos visitantes ao cultivo da introspecção e da paz. A entrada sai por 4,5 euros para adultos e 2,6 para estudantes. Fica na Av. Marques de Comillas s/n.

O CaixaForum foi construído pelo arquiteto Josep Puig i Cadafalch para abrigar uma fábrica em 1911. Trata-se de um construção Art Nouveau em tijolos vermelhos que foi aberta em 2002 como centro cultural. Não perca a incrível escultura em vidro e aço que fica na entrada. Trata-se de um edifício multifuncional que também oferece concertos, palestras, eventos literários, multimídia e muitas outras atividades. Recomenda-se uma olhada no programa para ficar sabendo o que está rolando e poder aproveitar ao máximo. Fica na Av. Ferrer i Guàrdia, 6-8.

O Museu Nacional d’Art de Catalunya, ou MNAC, tem uma sensacional coleção de todo tipo de forma artística: desenho, pintura, escultura, objetos de arte, desenho, gravura, fotografia, pôsteres, etc. O objetivo do MNAC é fazer a exibição mais completa possível da arte catalã, abrangendo quase 1.000 anos, e ele se sai muito bem dessa missão. Você vai se encantar com um dos museus mais ricos e interessantes de Barcelona. Imperdível. É o Palau Nacional, que fica no Parc de Montjuic.

Outro que não poderia faltar em nossa lista é o Parque Guell. Belíssimo, misterioso, alegre, diferente, é um dos lugares mais especiais da capital da Catalunha. Na colina de El Carmel, pode ser deixado para o final do seu dia, quando, já cansado de diversos passeios, você poderá relaxar nesse parque repleto das obras soberbas de Gaudi. Cada visita revela uma descoberta diferente, e cada foto dá vontade de descobrir novos ângulos. As possibilidades são infinitas. Muitos artistas, profissionais mas também amadores, gostam de passar um tempo por lá, rabiscando, rascunhando, pintando. Esse passeio é mais que imperdível; é obrigatório.

É impossível esgotar as opções de museus e locais de interesse artístico em Barcelona. Recomendamos pegar as nossas dicas, pesquisar mais algumas e fazer uma lista com as atrações que você absolutamente não admitiria perder na sensacional capital da Catalunha. E depois não deixe de nos contar depois como foi a viagem!

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.