As melhores viagens de trem

 

Modernos e luxuosos ou antigos e modestos, os trens continuam sendo uma das formas mais seguras e interessantes de conhecer as paisagens mais vastas e belas do mundo. As opções são muito variadas e cada uma possui um atrativo à parte, seja dentro ou fora do vagão. Todos a bordo que a viagem vai começar.

Expresso do Oriente

Apesar de a última viagem ao oriente de fato, de Paris a Istambul, ter acontecido em 1977, o Expresso do Oriente ainda existe e continua sendo uma viagem cheia de charme, embora o trajeto antigo não seja mais percorrido. Há cerca de 130 anos, o primeiro trem partiu da estação Gare de l’Est, em Paris, levando milionários até a porta de entrada da Ásia, Istambul, nada menos que a antiga Bizâncio e, depois, Constantinopla.

Hoje, o trem faz o percurso de uma noite entre Paris e Veneza todos os meses, sempre com os mesmos 17 luxuosos vagões que acomodam confortavelmente 148 passageiros. Contudo, para os pacientes, ainda é possível fazer um percurso mais próximo do antigo, Paris-Istambul, uma vez por ano, sempre em agosto. Mas, para conseguir vaga, o recomendável é tentar fazer a reserva com até 1 ano e meio de antecedência.

Fort William a Mallaig

E que tal pegar um trem a vapor que atravessas algumas das regiões mais deslumbrantes da Escócia? Para completar, ele passa pela ponte de Glenfinnan, a mesma que foi filmada para a série Harry Potter, e o próprio trem é o mesmo que aparece nos filmes, tornando o passeio um must para muitos fãs da série.

Ele vai de Fort William à cidadezinha de Mallaig, no norte da Escócia. Não há muito o que fazer em Mallaig, a não ser escolher entre alguns restaurantes e renovar as energias para a viagem de volta, mas a grande atração mesmo aqui é a estrada de ferro, a locomotiva a vapor e as estonteantes paisagens escocesas.

Transcanadian

Embora a maioria dos turistas opte por viajar entre as maiores cidades do Canadá por via aérea, os mais atentos descobrirão que existe um  antigo tesouro escondido no território mais ao norte das américas: uma gigantesca rede de ferrovias unindo o Pacífico ao Atlântico, proporcionando uma aventura transcontinenal que é uma das belas do mundo.

Estão interligadas as províncias da Nova Scotia, Quebec, Ontario, Alberta, British Columbia, e muitas outras. O itinerário se estende por mais de 6.000 quilômetros, atravessa oito províncias no total e cruza algumas das cidades e paisagens mais interessantes e deslumbrantes dessa parte do mundo.

Macchu Picchu

Existem dois tipos de acesso até a cidadela inca no topo da montanha: trilha ou trem. A maioria dos visitantes chega a Machu Picchu de trem, já que seguir a pé pelas trilhas leva 4 ou 5 dias, em altitude andina, e você é obrigado a abrir mão de alguns confortos. O embarque é na estação Poroy, que fica a 20 minutos de Cuzco, e a composição segue até a estação Machu Picchu Pueblo, que fica no vilarejo de Águas Calientes. São aproximadamente 4 horas de paisagens incríveis!

Você pode escolher entre o Vistadome, o trem que possui janelas panorâmicas e parte do teto é de vidro, com ar condicionado, calefação e serviço de bordo inclusos na passagem, o Expedition, que, sem os vidros e o luxo do Vistadome, é a opção mais econômica (cerca de 70 dólares); ou a opção mais cara, o Hiram Bigham, o vagão de primeira classe da Peru Trail, que só leva 84 passageiros.

Da estação de Águas Calientes você toma uma van ou táxi até a entrada das ruínas. A dica é sair cedo para evitar a lotação máxima do lugar.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.