As melhores vinícolas para quem adora vinhos e ama viajar

O vinho é uma forma de arte, tanto na confecção como na degustação. E as vinícolas proporcionam algumas das paisagens mais belas do mundo. Itália, França, Alemanha, e, mais recentemente, Estados Unidos, estão entre os melhores destinos para quem ama o vinho e adora viajar. E você ainda pode enriquecer sua viagem com um curso de idiomas combinado com gastronomia, por exemplo!

Los Alamos Vineyards, Santa Barbara (California, EUA)

A vinícola Los Alamos foi uma das primeiras entre as produtoras que se instalaram em Santa Barbara, tendo sido plantada em 1974. O clima é muito ameno, o que permite que a uva fique madura com baixo teor alcoólico. O charme do lugar é um dos atrativos, assim como o fato de ser de onde sai o excelente Chardonnay californiano. Não muito longe dali, você pode fazer um curso de inglês combinado com degustação de vinhos, tanto com duração de 2 semanas como de 4 semanas. Programe-se!

St. Emilion Vineyards (França)

Trata-se de uma das vinícolas mais famosas do mundo. Saint-Emilion é um charmoso vilarejo localizado a leste de Bordeaux e protegido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. O “terroir” é especialmente adequado para a uva Merlot, que se adapta muito bem ao solo argiloso. Os Merlots que saem de lá são frutados, de corpo médio, e bastante delicados.

Porrera Vineyards – Priorat County, Catalunha (Espanha)

Produtora de grandes tintos, as vinícolas dessa região chamaram a atenção do mundo por volta dos anos 1990. O terroir da região é uma mistura de ardósia negra e quartzo conhecida como Llicorella. É uma das duas únicas regiões da Espanha classificada como DOCa, o nível mais elevado segundo as normas vinícolas espanholas, ao lado da Rioja DOCa.

Lavaux Vineyards (Suíça)

Apesar dos indícios de que vinícolas eram cultivadas nessa região nos tempos da Roma antiga, as vinícolas atuais remontam ao século 11, quando monastérios beneditinos e cistercianos controlavam a região. Trata-se de um exemplo extraordinário da interação de séculos entre as pessoas e o ambiente, no sentido de otimizar os recursos locais para produzir um vinho de alto valor, fundamental para a economia.

Brunello di Montalcino Vineyards (Toscana, Itália)

Uma das vinícolas mais queridas de toda a Itália. O elegante vinho tinto produzido aqui envelhece por pelo menos cinco anos e é feito inteiramente da uva Sangiovese. Seu tour pode começar pelas exuberantes colinas da Toscana e passar pela pequena região de Montalcino, que fica bem ao sul de Siena, onde ficam algumas das melhores vinícolas da região.

Baden Wurttemberg Vineyards (Alemanha)

A apenas duas horas de voo a partir de Londres, tendo França e Suiça como vizinhos, a região de Baden-Württemberg é imperdível. Baden é a terceira maior região vinícola da Alemanha, e Württemberg a quarta, especializada em tintos.

Os Festivais do Vinho em Baden e Württemberg fazem enorme sucesso e são frequentes. Vinhos e uma variedade de lanches baratos e de qualidade fazem dessas ocasiões algumas das mais divertidas do país.  Um dos maiores festivais acontece em Stuttgart, onde é possível provar alguns dos 500 vinhos de Baden e Württemberg. Dura 10 dias e começa na última semana de agosto.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.