Aventura Nautica nas Cataratas


Bem, os relatos que você vai ler a seguir são o mais perto que eu consegui chegar para descrever tudo o que aconteceu no meu último mochilão. Diferente do que aconteceu no mochilão para o Reino Unido, quando eu postava praticamente todos os dias, nesse mochilão eu só consegui fazer os registros principais em algumas folhas de caderno que ganhei da Luiza Noce (Marketing da CI) dias antes da viagem. Quando levei-o comigo, não imaginava que seria tão útil quanto foi.

Não pense que a quantidade de informações ficou prejudicada, muito pelo contrário, já que agora (depois de vivida) conseguirei detalhar mais ricamente essa aventura no aconchego do meu lar provisório (São Paulo). =D

Quando decidimos colocar as Cataratas do Iguaçu no roteiro desse mochilão o intuito era de apenas quebrar a viagem até Buenos Aires. Ao invés de 30 horas de viagem daqui de Sampa até Baires, faríamos uma parada de 1 dia em Puerto Iguazú (lado Argentino das Cataratas) para curtir uma das maravilhas naturais do mundo.

A idéia era chegar bem cedo em Foz do Iguaçu e atravessar a fronteira tomando um ônibus de linha até Puerto Iguazú, onde deixaríamos as mochilas num Locker da rodoviária e iríamos até as Cataratas para tomar o tour Náutico de batismo naquelas águas imponentes. Até onde eu pesquisei, o preço dessa aventura no lado argentino das Cataratas era bem mais barato do que no lado brasileiro. 50 pesos argentinos, algo em torno dos R$30,00. Pelo que eu entendi, do lado brasileiro tem o Macuco Safári que custa R$150,00.

Depois do tour tomaríamos um ônibus no fim da tarde para Buenos Aires, onde chegaríamos por volta de meio-dia, do dia seguinte.

Tudo certo e programado para o primeiro desafio desse mochilão.

A Clau acabou não conseguindo passagem no mesmo ônibus que eu para Foz e combinamos o encontro na Rodoviária de Puerto Iguazú, nesse caso ela tomaria o ônibus seguinte para Foz do Iguaçu. Quando cheguei na Rodoviária de Foz esperei o Lucas que chegou um pouco atrasado devido problemas no ônibus.

Bem, acho que essa história eu já contei, mas como estou inspirado para escrever, vou continuar falando…

Foi lá em Foz que descobrimos que o ônibus de linha que ia para Puerto não saia da rodoviária, mas sim do Terminal de ônibus. Puts! E agora? Será que a Clau conseguiria se virar para Chegar lá em Puerto?

Pegamos um ônibus até o tal terminal de ônibus e só não fomos direto para outra cidade porque eu consegui ler a placa que informava que havíamos passado do terminal. Dei o sinal para descer e voltamos a pé uns 300 metros. E foi no terminal que descobrimos que o ônibus não saia de dentro do terminal e sim da rua lateral. Esperamos um pouco no ponto de ônibus que nos informaram e logo veio o ônibus com o letreiro de Puerto Iguazú. Podíamos pagar em reais (R$3,00).

Ao chegar na fronteira, todos descemos e para passar pelo serviço de imigração, onde ganhei mais um carimbo no passaporte e voltei para o ônibus. Ah, o Lucas quase ficou para trás, pensando que eu estava no banheiro do escritório de imigração. Quando percebeu que o ônibus estava saindo, correu no maior estilo Miss sunshine já que o ônibus praticamente não parou.

Finalmente na Argentina, deixamos as mochilas no Locker da rodoviária, tiramos dúvidas no Information Centre e fomos para o câmbio trocar um pouco de dinheiro, apenas suficiente para chegar até Buenos Aires. Aproveitamos para comprar um pouco de comida para o almoço nas Cataratas.

Pelos meus cálculos a Clau chegaria por volta de meio-dia. Então resolvemos já comprar as nossas passagens para Buenos Aires e para as Cataratas. O grande problema é que as passagens estavam se esgotando e logo não haveria mais lugar nos ônibus do dia para Baires. Sem contar que precisávamos voltar ate às 17:00 para tomar o nosso ônibus e se a Clau não chegasse até meio dia, teríamos que ir para as cataratas sozinhos, senão não conseguiríamos voltar a tempo para tomar o nosso ônibus para Buenos. Que loucura!

Veja o desfeche dessa aventura no meu diário pessoal

https://youtube.com/watch?v=pZWQt8dqFc4%26rel%3D1
Galeria de fotos:

Eber Guni do Nascimento Santos

Eber Guni do Nascimento Santos

São muitas aventuras do Mochileiro e Viajante Eber pelo mundo. Desbravando a América do Sul e a Europa com vivências inspiradoras registradas aqui.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.