Bus em Vancouver


Peguei ônibus toda minha vida universitária e depois dela. Foram 8 anos em Porto Alegre em Ipiranga-PUC, Campus-Ipiranga, Petrópolis-PUC, Cefer, T1, T1 Direta, entre outros. Depois de comprar uma motinho abandonei o transporte público. Mas Vancouver, ou melhor, North Vancouver, não me deu outra alternativa senão o 240, linha que me ajuda na cidade. Os ônibus possuem suportes externos pra bicicletas e pagando $99 por mês, tu usa ele a vontade, a hora que quiser e quantas vezes quiser, qualquer linha (de presente tem o Seabus e oSkyTrain…). Não existe a figura do trabalhador e pagar o mesmo na hora somente com moedas, no valor exato – que depende da viagem. Não existe fichinha de bus, entende? Todo dia, duas vezes, passo pela Lions Gate, ponte que liga o norte e o centro da cidade. A visão vale o bom montante que dei ao transporte público canadense. E o mais agradável é a visão que tenho sentado no banquinho de esperar o ônibus (que vai passar ali, pode acreditar, no horário prometido pela tabela). Vancouver apóia e investe em transporte público (um metrô tá sendo construído pra ligar Downtown ao aeroporto). Diferente de nós, que queremos crescer na vida, comprar uma motinho e se livrar do cada vez mais necessário transporte coletivo.
Galeria de fotos:

Luciano Potter

Luciano Potter

Esse gaúcho vai estudar inglês em Vancouver, no Canadá. Terá muitas histórias pra contar.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.