Carros, bicicletas e trams: a cidade do transporte!


Tirei o segundo dia na Alemanha para conhecer os principais pontos turísticos de Karlsruhe, a cidade aonde eu iria morar pelos próximos 2 meses. Como começaria no trabalho no dia seguinte, quarta-feira, aproveitei para me familiarizar com a vizinhança e a aprender certinho como utilizar os trens da cidade.

No meu segundo dia na cidade, tive um encontro marcado com a Lisa no escritório de assuntos internacionais da cidade. Peguei o trem às 8 da manhã e encontrei-a na frente do prédio descrito. Ali, peguei meu documento de legalidade para trabalho: agora eu tava todo na lei! Ehhehe… Logo depois, a Lisa foi pra Universität e eu peguei o trem para o centro da cidade, uma rua chamada Marktplatz |márquet-pláts| [praça do mercado].

A Marktplatz é a principal rua de Karls. Ali está a Rathaus |rát-ráus| [prefeitura], a Pyramide – que é onde está enterrado Karl Friedrich, o fundador da cidade, e a principal entrada para o Schloß |xilós| [castelo] de Karlsruhe, bem como o encontro de praticamente todas as linhas de trem da região. E foi aqui que eu desci do trem.

Fui direto para o castelo. Já da parada do trem eu o vi, lá no fundo… por uma das diversas ruas radialmente simétricas que se estendem à partir do castelo. O dia estava muito quente e ensolarado, um convite perfeito para uma volta… então andei, andei, andei e tirei muitas fotos (e um vídeo, que está aqui!). Atrás do castelo existe o Schloßgarten [jardim do castelo], extremamente bem cuidado e preservado, com pessoas jogando bola e vôlei nos gramados, ou apenas lendo um livro ou tomando sol. O jardim é tão grande que tem até um trenzinho (desses maria-fumaça) que dá um giro pelo lugar. As trilhas no meio da natureza, com caminhozinhos de paralelepípedo com musgo, a imponência da arquitetura daquele castelo e a mata setentrional com cantos de pássaros e barulho das fontes… ah! Era tudo uma imensa tranquilidade e equilíbrio. E aquela brisa fresca por baixo das árvores… era tudo “elficamente” planejado.


Ach so! (Ah, sim!)
Fundada em 1715, Karlsruhe está localizada no dito local mais quente da Alemanha, a apenas 115m do nível do mar. Foi aqui que nasceram KARL BENZ (1844), o inventor do automóvel (Karl Benz… Mercedes-benz… lembra?! Kkk); e Karl Drais, o inventor do protótipo da bicicleta. Além disso, Karlsruhe possui o melhor Sistema de Trânsito Inteligente (ITS) da Europa! Além disso, ainda é sede das duas maiores provedoras de internet do país. No verão, a temperatura pode chegar até os 35*C, apesar de neste verão a temperatura raramente ultrapassar os 20*C e chover todos os dias! Na cidade moram cerca de 280 mil habitantes, sendo que quase 15% da população é composta de estrangeiros. Por ser uma cidade universitária e hospedar uma universidade de renome nacional (está no ranking das 3 melhores da Alemanha, chamadas de “universidades de elite”), Karlsruhe tem o inglês como língua não-oficial – onde praticamente todos os moradores falam a língua britânica.
Curiosidade: foi aqui que também nasceu Oliver Kahn (goleiro do Bayern de Munique, ex-oficial da seleção alemã) e, na Universität Karlsruhe, o professor Heinrich Rudolf Hertz “descobriu” as ondas eletromagnéticas!

Depois do belo passeio, resolvi voltar para o centro. Fui descendo a rua que corta a Marktplatz ao meio (Karl Friedrichstraße), e conheci a prefeitura e a famosa pirâmide de Karlsruhe. Voltei então para a Marktplatz e peguei o trem de volta para casa, para finalmente dar uma descansada melhor da viagem de chegada.

Ao chegar em casa, resolvi fazer uma macarronada pra aquetar a fome. Toc, toc, toc… “Tommy, você tá ai?!” – eu batia na porta do quarto do chinês. “Oi, sim, tou sim…”, “Eu tava pensando em fazer um macarrão, tá afim?!”, “Ah, sim. Claro”. Nada melhor do que cozinhar algo junto para quebrar o gelo dos novos roomates, não é?! O macarrão ficou ótimo, mas uma ligeira falta de compreensão na conversação (o Tommy fala bem o alemão, mas o inglês… puuuxa vida….)

Tommy: “Cerveja?”
Eu: “Ah, sim!”
Tommy: “Calor, muito calor! Dá sede…”
Eu: “Sim, quente!”
Tommy: “Toma uma, quente também, né?!”
Eu: “Quente mesmo… muita sede!”
Tommy: “Vou buscar…”

E lá estava aquele chinês gente boa e prestativo (mesmo! heheh) segurando uma garrafa de cerveja QUENTE (sim, estava guardada no armário mesmo!), abrindo uma para si também.

“Meu Deus, o china é doido… kkkkk…”, pensei comigo. “Pode beber, a cerveja alemã é muito boa!”, “Ah, sim… eu tenho certeza disso…”, respondi, tomando o primeiro gole… que até que não foi tão mal. “Cerveja quente… e boa. Só aqui na Alemanha mesmo, viu…. kkkk”, pensei na cama, antes de ir dormir.

*******************************
DICA VALIOSA #3: TRANSPORTE PÚBLICO
Se locomover aqui na Alemanha é muito fácil, pois para qualquer destino existe uma grande linha férrea, ou que passe muito próximo do seu destino. Aqui em Karlsruhe, os trens também andam pelas ruas, dividindo espaço com os carros e as bicicletas, e vão até outras cidades também! O nome disso é TRAM, e é uma evolução do bondinho – uma vez que o tram pode fazer viagens entre cidades adjacentes. Se você vier para Karlsruhe, a dica para economizar uma grana é comprar o passe válido para a semana ou para o mês, pois sai muito mais barato, além de vc poder usar toda a malha viária da redondeza!!!
===========================

Galeria de fotos:

Rafael Guimarães

Rafael Guimarães

Rafael é estudante de Engenharia Florestal e vai estagiar em uma das melhores empresas do setor, na Alemanha. Além, claro, aproveitar para se divertir na Europa. Acompanhe aqui

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.