Como morar no Canadá?

Como morar no Canadá é uma dúvida frequente para quem planeja viver fora do Brasil. Não é a toa, já que o Canadá é famoso pelas mais variadas razões e você com certeza conhece várias delas. Quer ver? O Maple Syrup é um superícone da culinária canadense, assim como o delicioso poutine. As montanhas nevadas e seus Mounties também são muito famosos pelo mundo. E o que falar do hóquei  no gelo? O país é conhecido por adorar esse esporte, como o Brasil ama o futebol.

Como morar no Canada?

Porém, o que nem todo mundo sabe é que o Canadá é uma potencia econômica movida, entre tantos motivos, pela imigração.

No G20, sobretudo quando falamos dos países mais desenvolvidos, o Canadá é possivelmente o país com o sistema de imigração mais bem organizado, que permite que qualquer um se candidate, literalmente. Em 2015, durante a última grande reorganização do sistema, o governo canadense acabou com o sistema de filas (first come, first serve) para implementar o sistema de competência. A mensagem foi clara: o Canadá quer imigrantes, mas quer os melhores.

Como morar no Canadá: Os candidatos devem inscrever seus perfis no sistema eletrônico da imigração do país e, após análise criteriosa, aqueles com as melhores pontuações são convidados a aplicar (ITA – Invitation To Apply).

Uma série de quesitos são avaliados e pontuados. A partir da soma dos pontos será possível determinar o seu score. Em 2018, o score médio da “nota de corte” foi de, aproximadamente, 440 pontos. Ou seja, aqueles cuja pontuação ficasse acima desse número eram convidados a aplicar para Residência Permanente.

Mas o que conta pontos para ser elegível à Residência Permanente (PR)?

Diversos fatores contam no momento da avaliação, mas os mais relevantes são: idade, proficiência no idioma (inglês e/ou francês), escolaridade e experiência profissional. Tirando a idade, quanto maior a habilidade/experiência nos quesitos, maiores os pontos. E a razão é muito simples: o Canadá quer os imigrantes mais competentes e aqueles com maiores chances de integração em seu país. Faz todo sentido!

Em relação à idade, pontuam mais aqueles que possuem até 29 anos, sendo que essa nota pode chegar a zero após os 45 anos. Ou seja, há um foco evidente em trazer pessoas que tenham o maior tempo de produtividade profissional possível.

A proficiência no idioma é medida pelo IELTS (General English) e pelo CELPIP, uma prova ministrada pelo Canadá, nos mesmos moldes do IELTS. A nota é traduzida em CLB de 1 a 10.

A avaliação da escolaridade leva em conta tanto os estudos em seu país de origem quanto no próprio Canadá – o mesmo acontece no momento de analisar a sua experiência profissional. Há um critério para qualificar as profissões, os NOC’s (National Occupational Classification), que nada mais são do que grupos divididos conforme o tipo de trabalho realizado. Dependendo da categoria, você terá mais ou menos pontos. Um diretor soma mais pontos do que um assistente, por exemplo, e assim por diante.

Esse sistema acabou estimulando bastante a vinda de estudantes internacionais para o Canadá, sobretudo para as Colleges, instituições que ajudam não só na pontuação para escolaridade, mas também por melhorar o nível de inglês e permitir que o estudante trabalhe legalmente por um período parcial ou integral. Ou seja, é uma oportunidade e tanto de alavancar três quesitos simultaneamente!

Esta é uma ótima opção para famílias, pois enquanto um cônjuge estuda, o outro tem permissão de trabalho, e os filhos podem estudar gratuitamente. Além de poder usufruir do sistema de saúde, que também é de graça para os estudantes de Colleges.

Cada província canadense tem autorização para organizar seu próprio processo de imigração, de acordo com as necessidades de cada região. Isso é excelente, pois amplia as opções, sobretudo para candidatos com idade acima de 45 anos.

Interessante, não? Quer saber mais sobre como morar no Canadá? Deixe suas perguntas aqui nos comentários que te ajudamos com tudo!

Jan Wrede - Embaixador da CI Canadá

Jan Wrede - Embaixador da CI Canadá

Olá! Meu nome é Jan, sou embaixador da CI Canadá e moro em Toronto há mais de 2 anos. Desde os 13 anos, quando fiz meu primeiro intercâmbio, a paixão por novos países e culturas está no meu DNA. O Canadá é um país que me encantou desde minha primeira visita, há mais de 10 anos.

  • Bruno Amaral

    Olá o texto é de fato muito inspirador, mas fiquei com três dúvidas importantes: As Colleges no Canadá são equivalente aos cursos técnicos aqui no Brasil? E até que idade é possível entrar em uma College? A CI ajuda no processo para entrarmos nas Colleges canadenses?

    • Oi, Bruno! Tudo bem? Legal que você gostou, o Canadá é incrível. O sistema de educação canadense é diferente do brasileiro. Não há uma comparação, porém são cursos mais técnicos que preparam o estudante pro mercado de trabalho. Não há idade limite, porém há outros pré requisitos, como nível de inglês necessário para acompanhar as aulas. E sim, nós ajudamos em todo processo para entrada/matrícula no College!

      • Bruno Amaral

        Que ótimo!! Então já sei quem procurar quando for fazer meu College. Muito obrigado pela ajuda.

  • chaiane Goulart

    Bom dia … E para abrir um negócio no país.. muda os requisitos ? Como funciona ?
    Obrigada

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.