Como tirar o visto para trabalhar e estudar no exterior?

Nos últimos anos, muitos brasileiros têm optado por programas de intercâmbio que combinem estudo e trabalho, uma maneira de conquistar ainda mais experiência no exterior. Trabalhar em outro país ajuda bastante na fluência de um novo idioma, já que o intercambista terá a possibilidade de interagir com diversas pessoas em seu dia a dia.

Países como Canadá e Irlanda são super-receptivos e estão sempre prontos para receber estudantes do Brasil. O Statistics Canada indica um aumento no número de vagas de emprego no país e, além disso, há cada vez mais brasileiros vivendo na Irlanda, segundo o censo de 2016. Ou seja, um cenário muito positivo para os interessados em partir nesta experiência internacional.

Uma das questões fundamentais para quem deseja fazer esse tipo de intercâmbio é a emissão do visto que permite que o viajante estude e trabalhe legalmente. Como cada país tem suas regras, é importante pesquisar os detalhes do destino escolhido para fazer a solicitação correta.

Para te ajudar com tantas dúvidas, hoje vamos explicar as diferenças de aplicação do documento para quatro destinos favoritos dos brasileiros!

Canadá

O primeiro passo é preparar toda a documentação exigida pelo país e se programar com antecedência. O processo é feito antes da viagem, no Brasil, tanto online como diretamente no Centro de Aplicação de Vistos Canadenses. Em seguida, independente da forma como a aplicação foi feita, é preciso apresentar o passaporte no consulado para que seja afixada a etiqueta com o visto adequado.

Neste momento, é fundamental ter duas cartas em mãos: uma certificando que o estudante foi aceito em uma instituição de ensino canadense e outra comprovando que o trabalho é permitido para o curso escolhido. Lembrando que somente cursos profissionalizantes a partir de seis meses, de graduação e pós-graduação permitem conciliar estudo e trabalho no Canadá.

Austrália

Se o seu objetivo é viajar para a terra dos cangurus, você também deve começar reunindo toda a documentação. A diferença é que os próximos passos são muito práticos! O visto é feito totalmente online, no Brasil mesmo, em uma plataforma disponibilizada pela imigração australiana.

A autorização de visto é recebida por e-mail, então o estudante não precisa apresentar o passaporte para afixar a etiqueta, basta imprimir e levar junto com o passaporte no dia do embarque. Pronto! Esse documento já indica para as autoridades australianas que o aluno tem o visto aprovado no sistema. Com o visto adequado, o aluno que estiver matriculado em uma escola por mais de três meses pode trabalhar até 20 horas semanais.

Nova Zelândia

Pertinho da Austrália encontramos outro país receptivo à mão de obra estrangeira: a Nova Zelândia, onde as pessoas também são muito amistosas. Assim como em terras australianas, para solicitar o visto de estudante com permissão de trabalho é preciso estar matriculado em um curso de mais de três meses. Também é necessário, ainda no Brasil, fazer a aplicação online para o visto.

A imigração exige alguns cuidados extras para conseguir o visto de estudante neozelandês, como ter o passaporte com data de validade de, no mínimo, três meses depois do retorno.

Irlanda

A Irlanda tem um grande diferencial em relação aos outros destinos: o pedido de visto é feito no próprio país. Isso mesmo! O estudante deve apresentar toda a documentação para solicitar o visto assim que chegar no aeroporto de Dublin. Lembre-se de organizar tudo direitinho antes da viagem, combinado? Para agilizar o processo, o agendamento da entrevista na imigração irlandesa pode ser feito no Brasil.

Para conseguir a permissão de trabalho na Irlanda, o estudante precisa estar matriculado em um curso de inglês com duração acima de seis meses. Além disso, terá que se registrar no escritório geral de imigração, que pode conceder um visto para oito meses.

Dicas importantes

O mais importante de tudo é a carta de aceitação da escola, porque ela é a base para o seu visto de estudante. Também é fundamental comprovar que você possui recursos financeiros suficientes para se manter no destino e que tem interesse em retornar para o Brasil quando o curso acabar. Essas atitudes vão facilitar ainda mais a sua aprovação!

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.