Cuidando dos bichanos


Hoje foi uma das maiores aventuras da viagem. O bungee deu um medo? Deu. Mas entrar na área de uma cheeta sem nada para cuidar dela sem ela estar sedada ou ter algo na mão para se defender foi um tanto quanto…. desafiador? Ou assutador? Não sei bem, sei que foi uma sensação única. Era a mesma coisa que cuidar do cachorro que você tem em casa mas com uma tensão maior. Existem regras de como entrar, se aproximar do animal e onde tocar.

A maior parte do tempo você fica agachado para não assustar o animal (se ele fica assustado a gente fica o que?) e chega uma hora que cansa a perna. Ai, eu resolvi levantar foi quando o amor de animal mostrou todos os dentes como dizendo: “abaixa ai senão te como vivo”. Eu como sou educado abaixei e não repeti o gesto com nenhum dos outros animais.

O trabalho de cuidar vai de olhar os animais e passar a escovaem seus pêlos. Ele só é realizado com o embaixadores e alguns filhotes.

Amanhã passarei o dia aulixiliando os guias com os visitantes.

Mauricio Alves

Mauricio Alves

Mauricio vai descobrir a África do Sul e ajudar como voluntário a cuidar dos animais. Será uma experiência enriquecedora!

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.