Curiosidades e fatos sobre a Tailândia

A Tailândia, terra de ilhas paradisíacas, reserva costumes bem interessantes. Da simpatia à devoção extrema ao budismo, o povo tailandês encanta pela originalidade de seus costumes e pelo estilo de vida. Quer explorar e aprender muito com esse país encantador? Confira cinco fatos e curiosidades tailandesas bem legais que listamos para você!

1. Respeito ao rei
Uma lei que não pode ser esquecida: respeite o rei da Tailândia em qualquer momento. Infelizmente, o país perdeu o seu rei, Bhumibol, em outubro do ano passado, o trono foi herdado por seu filho, Maha Vajiralongkorn. Com isso, foi decretado um ano de luto no país.

Créditos: tomasveraziccardi

A figura do rei e também da família real é extremamente venerada no país. Você vai perceber que muitas fotografias deles ficam espalhadas em pontos das ruas, casas e estabelecimentos. Falar mal do rei ou da família real pode ser uma megafurada. Isso porque o desrespeito à imagem deles é considerado um crime gravíssimo. Caso a pessoa danifique, critique ou faça brincadeirinhas, pode ser presa e até ser linchada na rua, isso vale para os viajantes também. Melhor evitar, né?

O hino nacional também deve ser seguido à risca. Todos os dias ele é tocado nos comércios, nas casas, nas escolas e nos hospitais, por exemplo, na parte da manhã ou da tarde. A partir do momento que é iniciado todos devem se levantar ou parar, independente de onde estejam – mesmo no meio da rua – e fazer a reverência.

Créditos: TNN Thailand

No cinema também há demonstrações: depois de assistir aos trailers, todos os que estão na sala ficam em pé por um minuto durante um vídeo do rei que passa em seguida, como uma forma de respeito a ele.

2. Dá-lhe pimenta
Se tem algo que o tailandês gosta é a pimenta. E não é pouquinho, não. Tudo é muito apimentado mesmo. Como eles colocam pouco sal nos alimentos ou nem colocam, costumam carregar os alimentos com diferentes tipos de pimenta. Você vai percebe que os restaurantes disponibilizam em suas mesas um frasco de pimenta e um de açúcar, os dois temperos mais presentes nos pratos. A culinária tailandesa explora diferentes sabores, misturam frutas com salgados e, além dos temperos picantes, usam os agridoces e azedinhos.

Vale avaliar como você prefere o seu prato e pedir para não incluírem pimenta, caso não goste, para não se arrepender depois.

3. Muito calor
Dias de calor são predominantes na Tailândia, os mais quentes e secos se concentram no período de novembro a abril. O país é conhecido pelo calor extremo, e quem não curte fortes ondas de calor, pode estranhar e muito! É importante você beber bastante água, prefira as versões que indicam ser minerais, nem todas as garrafinhas são de origem mineral. Também existe uma infinidade de frutas, o abacaxi e o coco são bem consumidos. Ótimas escolhas para um suco bem refrescante, hein? Afinal, não dá para desperdiçar a viagem incrível por conta de uma desidratação.

As roupas também merecem atenção, escolha opções leves e claras, mas se atente ao tamanho e ao modelo se você for visitar um templo budista, já que eles não costumam aceitar muito bem modelos mais “ousados” que acabem mostrando muito algumas regiões do corpo, como as  pernas, o busto e os ombros. Por exemplo, se estiver muito quente e uma turista estiver com roupas muito curtas, ela terá que alugar uma echarpe ou um sarongue – espécie de saiote feito de tecido, muito utilizado pelos nativos –. Já os homens, devem usar calças compridas ou bermudas que não mostrem os joelhos para ter acesso ao local.

4. Simpatia
A terra do sorriso. Assim é conhecida a Tailândia. E tem coisa melhor do que chegar em um país e ser muito bem recebido? A simpatia dos tailandeses chega a ser tanta para nós brasileiros, que somos bem extrovertidos. Isso porque eles são solícitos ao extremo, estão sempre com um sorriso no rosto e dispostos a ajudar no que for preciso.

Isso é um ponto positivo, já que você se sente muito mais à vontade quando pessoas de uma cultura diferente são mais receptivas. Só que é preciso cuidado com essas demonstrações simpáticas. Por quê? Alguns tailandeses podem se aproveitar dessa boa vontade para aplicar golpes e saquear visitantes. Então, sempre desconfie!

5. Massagem em todos os lugares
Ir à Tailândia e não fazer uma boa massagem é como ir ao Brasil e não provar uma boa e tradicional feijoada. Em todas as esquinas, você pode relaxar em casas de massagem,  spas, hotéis e até mesmo em poltronas que ficam nas calçadas, tudo com preço bem em conta. Eles utilizam técnicas tradicionais e modernas que estimulam todos os pontos do corpo – da cabeça ao dedinho do pé –. Alguns exemplos são as massagens baseadas em técnicas de alongamento e em movimentos da yoga e as com o uso de óleos essenciais, que deixam o corpo bem relaxado, hidratado e com cheirinho agradável.

Créditos: Maciejdakowicz

Certamente você vai sair 100% revigorado(a) e sem aquelas dores que insistem em tirar o seu sono.

Existe tanto a ser explorado nas terras tailandesas! Esses foram só alguns exemplos para inspirar você a visitar esse país tão exótico. Parta para uma viagem incrível, inclua a Tailândia no seu roteiro e viva experiências especiais. Partiu?

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.