Cuzco: a capital dos Incas

Chegamos ao final de nossa série de posts sobre os destinos do vencedor do #TurkeyingCI. Depois de falar sobre a capital do Peru, Lima, e sobre a cidade fundada pelos Incas, chegou a hora de falar um pouco mais sobre Cusco.

foto: flickr.com/photos/pkmese

Situada ao sudeste do Vale de Huatanay, na região dos Andes, a cidade está situada 3.400 metros acima do nível do mar e, durante o império Inca, foi considerada o mais importante centro administrativo e cultural.

Não esqueça: Ao contrário do que muita gente pensa, Cusco não é a capital do Peru. Ela é, isto sim, a capital do Império Inca.

foto: flickr.com/photos/goodnightmoon

A rua mais popular de Cusco é a Hatunrumiyoc, declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. É onde está situado o Palácio Arzobispal (o atual Museu de Arte Religiosa). Por lá, você poderá conferir o muro que serviu de base para a construção espanhola. E engana-se quem pensa que ele é um simples muro. Com pedras gigantes, recortadas e encaixadas milimetricamente, a rua estende-se da Plaza de Armas até o bairro de San Blas.

foto: flickr.com/photos/henrybugalho

Aliás, a Plaza de Armas é um lugar que você não pode deixar de conhecer. A praça foi cenário para os momentos mais importantes da colonização espanhola, capitaneada por Francisco Pizarro.

Você Sabia? A praça fica em um pântano que, na época dos Incas,  foi totalmente drenado para se transformar no centro administrativo, religioso e cultural do império.

Hoje em dia, além de ser um ponto de encontro para os moradores da cidade, você pode encontrar restaurantes típicos, museus, feiras e lojas para comprar presentinhos.

foto: flickr.com/photos/fredlam

É festeiro? Então programe sua viagem para estar em Cusco no dia 24 de junho. Todos os anos, nesta data, acontece a maior festa da região, o famoso Inti Raymi (em tradução: Festa do Sol). No mesmo dia do solstício de inverno, a cerimônia de adoração ao astro-rei é um evento que mostra a cultura inca em toda a sua riqueza.

Senta que lá vem história: A tradição da festa remonta aos tempos incas, tendo sido o mais importante dos quatro festivais celebrados em Cusco. Indicava o início do ano e, por nove dias, a população festejava com danças e sacrifícios. Reza a lenda que o último Inti Raymi, com a presença do Imperador Inca, aconteceu em 1535. Depois da colonização espanhola, o vice Rei Francisco de Toledo proibiu a cerimônia em 1572, por considerá-la pagã e ofensiva à fé católica. Por anos, a festa aconteceu de forma clandestina, até que, em 1944, foi feita uma reconstituição histórica do evento e, desde então, ela voltou ao calendário da cidade como um evento público e atração para turistas.

Ficou ainda mais animado para conhecer e desvendar todos os mistérios que o Peru tem? Então não marque touca, você tem até 1 hora da manhã do dia 21 de dezembro de 2011 para mandar sua foto fazendo a pose do #TurkeyingCI. A mais bacana ganha uma viagem com acompanhante para conhecer o Peru!

 

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.