Desencontros de cidade grande


Cheguei em Londres com uma listinha de contatos passada por amigos, além daqueles que eu já tinha. A maioria brasileiros. Passadas algumas semanas, venho percebendo que não é tão fácil encontrar as pessoas por aqui. Todo mundo é sempre muito gentil, respondem e-mails e telefonemas, dão dicas, conselhos, sugestões, mas disponibilizar mesmo um horário na agenda… nécas de pitibiriba.

São apenas algumas semanas para tirar qualquer conclusão precipitada, mas acho que além da questão rotina – todos estão estudando, trabalhando ou fazendo as duas coisas – existe ainda o fator distância que pega. Boa parte da minha agendinha de contatos mora em bairros periféricos, inclusive eu. E mesmo que Londres tenha um transporte público invejável para este paulistano aqui, a média de tempo para chegar a região central, por exemplo, é de 40 minutos a 1 hora de trem e metrô. E como a grande maioria não tem carro, penso eu que acabe rolando uma certa preguiça misturada com cansaço.

Fora isso, atualmente a comunidade brasileira é bem grande por aqui. Então, talvez não role mais aquela novidade em encontrar um conterrâneo pra falar do Brasil, nem em escutar alguém cantarolando nosso português.

Falando na comunidade, apenas como informação, hoje em Londres prenderam uma quadrilha de falsificadores de documentos. Entre eles estavam 12 brasileiros. Fora essa presepada com documentação, tenho encontrado pedacinhos de Brasil por vários cantos: festivais de música, cinema, artes pláticas, associações culturais, lojas com artigos da terrinha. Sem contar, que é possível encontrar e pedir uma coxinha com guaraná, uma feijoada, uma caipirinha e outras especialidades nossas facinho, facinho… E isso faz um bem danado.

Alô, dona Luiza!

Hoje é aniversário da dona Luiza. Alô, dona Luiza! É…minha mãe está comemorando, neste 23 de março, seus 62 anos de existência. E tá lá firme, forte e bonitona. Puts…me deu aquela saudade de dar um abração apertado na velha. Como não vai ser possível, fica aqui neste blog uma homenagem pra você, mãe. Tudo de bonzão, porque você merece, PARABÉNS e mais um montão de aniversários pra a gente comemorar juntos.

Alô, mãe, te amo!

Alexandre Casatti

Alexandre Casatti

O viajante Alexandre desembarcou na Europa primeiro em Barcelona para rever uns amigos, visitou os antepassados na bella Itália até chegar ao destino do Intercâmbio: Londres. Por aqui ele vai compartilhar experiências como um verdadeiro londrino na terra da Rainha.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.