Dia de guia


Não fui bem um guia até porque existem termos técnicos dos animais que ainda não estou familiarizado, mas ajudei em alguns passeios.

Como não dava para tirar foto em todos coloquei fotos do passeio com as crianças. Escolas de Johannesburg e Pretoria visitam o projeto frequentemente. Acompanhar as crianças foi muito divertido. Elas fazem milhões de perguntas e a maioria são inusitadas.

Como já havia um guia eu fui bem poupado, mas quando andávamos de uma área para a outra algumas crianças me perguntavam coisas como: “essa cheeta tem irmãos?” ou “qual o nome do cão selvagem ali no fundo?”. Acabei virando um contador de história já que não sabia responder..rs.

O trabalho foi bem divertido, mas precisava ter mais conhecimento. O inglês aguenta, mas falta é saber o que falar dos animais. Acho que com um mês no projeto fica mais fácil.

Os albergues

Na África do Sul existem albergues em todo lugar que você vai. Porém, diferente da Europa, eles não são profissionais. Geralmente são casas que foram transformados em albergues. Por isso vale sempre pesquisar com outros viajantes, no facebook e em alguns guias antes de escolher o albergue onde ficará. O guia Coast to Coast tem bastante opção, algumas boas, mas no meio da viagem descobri que qualquer albergue pode comprar uma página no guia. Descobri porque um dono de albergue me contou e também porque sofri da indicação de um local. O lonely planet é confiável mas não tem todas as opções. Coloquei abaixo a nota com um comentário sobre todos os que conheci:

Cat & Moose – Cape Town
Nota – 7,5
Lugar aconchegante porém os quartos e o banheiro poderia ser melhor cuidado. Localização boa já que fica perto de tudo. A cozinha e o staff são bons.

Stumble Inn – Stelenbosch
Nota – 5
O quarto era pequeno e as áreas comuns mal cuidadas. O ponto forte do lugar são as opções de passeio (já que o dono tem uma agência) e a diversão. Tem música o tempo todo e gente jogando e bebendo também.

Tsitsikamma – Stormsriver
Nota – 9
Arrisco dizer que foi o melhor lugar que fiquei. Cama grande. Banheiro bem limpo e grande. Área comum boa e internet grátis.

Jikeleza Lodge – Port Elizabeth
Nota – 1
Pela nota não preciso dizer que não recomendo, certo?! O lugar é mal cuidado, as camas pequenas e por ai vai.

Ritz – Johannesburg
Nota – 4
A casa é bem legal. Gigante e eles tem programação de esportes na TV, porém o lugar não é dos mais bem cuidados e a cozinha muito pequena pro tamanho da casa. Me recomendaram o Gemini em Johannesburg.

Red Ivory
Nota – 9
Este foi o albergue que fiquei enquanto trabalhava no projeto. Muito bom! Com café da manhã e jantar. O staff é bem legal e o lugar muito aconchegante.

Purple Palms – Johannesburg
Nota – 5
O lugar é razoável. O quarto tem tamanho bom, a cozinha legal e a internet gratuita. Porém, fica longe de tudo e não tem TV a cabo (coisa que todos outros tinha menos o Jikeleza, claro). Como disse acima tem outros melhores.

Mauricio Alves

Mauricio Alves

Mauricio vai descobrir a África do Sul e ajudar como voluntário a cuidar dos animais. Será uma experiência enriquecedora!

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.