Encontre a melhor mala de viagem para você

Seja grandalhona ou compacta, escura ou colorida, com ou sem rodinhas, a mala é um dos itens mais importantes da viagem. Escolha bem e nem terá de pensar nela. Cometa um erro, e poderá ter inúmeras dores de cabeça.

1

O primeiro ponto a entender é que não existe uma mala ideal: isso varia de acordo com o gosto (e o bolso) de cada um. O segundo ponto é também essencial para sua paz de espírito: as malas sofrem muito nos compartimentos de carga dos aviões e nas esteiras dos aeroportos, portanto, é aconselhável você não se apegar a nenhuma mala: ela será riscada, arranhada ou sofrerá pequenos acidentes logo na primeira viagem.

Pagar por malas caras também não é sinônimo de satisfação. Às vezes, você paga pela marca, mas não pela qualidade. É preciso pesquisar para diminuir a chance de estar levando um produto que lhe trará problemas.

O contrário também vale: malas muito baratas, provavelmente, serão feitas de material de baixa qualidade ou terão fragilidades que – normalmente em pouco tempo – poderão se manifestar nas piores horas. Encontrar o melhor custo-benefício é o grande desafio.

2

Ao procurar uma mala pra você, tente combinar os seguintes fatores:

– Marca conhecida;

– Preço razoável (nem muito alto, nem barato demais);

– Rodinhas de 360º;

– Boa garantia.

Dito isso, podemos passar para alguns dos pontos fundamentais.

Tamanho

O segredo para escolher o tamanho da mala é o tempo que você espera ficar fora. Em geral, as malas são feitas em três tamanhos. A pequena – também conhecida como “mala de bordo” – costuma comportar até 15 quilos. É ideal para quem vai, por exemplo, ficar fora um fim de semana. A mala média carrega até 27 quilos, e é indicada para viagens de até uma semana. E a mala grande – que comporta até 32 quilos – é indicada para viagens mais longas.

3

Rodinhas

Dê preferência a uma mala com pelo menos 4 rodinhas que girem 360º, o que facilita muito o deslocamento. Antes de comprar, teste bastante o modelo dentro da loja para ver se está funcionando tudo direitinho, com movimento livre em todas as direções.

Flexível, semi-rígida ou rígida?

É preciso pensar seriamente no peso da mala em si. Quanto mais leve, mais coisas você poderá levar sem atingir os limites impostos pelas companhias. Até mesmo 1 quilo entre um modelo e outro faz diferença na soma final.

Não é preciso dizer que a rígida é a mais pesada de todas e, dependendo do tipo de viagem a ser feita, pode não ser uma boa opção. Outra desvantagem das malas rígidas é que ficam facilmente riscadas. Mas atenção: a tecnologia tem avançado muito, e já existem malas rígidas bem mais leves, normalmente por um preço mais alto.

4

A flexível é geralmente a mais leve, mas se for frágil demais, pode rasgar com mais facilidade e ainda tende a molhar o conteúdo em caso de chuva. Pergunte sempre se o tecido é impermeável. De um modo geral, a semi-flexível seria a mais indicada para a maioria das pessoas.

Existem também as malas expansíveis, ou seja, cujo design permite que fiquem maiores com um breve ajuste. Isso é importante principalmente se você pretende fazer compras e trazer muita mais coisa do que levou.

Detalhes que contam

Evite comprar mala na cor preta. O motivo? Todo mundo compra, então será sempre mais difícil encontrá-la na esteira. Cores diferentes serão identificadas muito mais facilmente.

5

Cadeado: alguns modelos já são equipados com cadeado da TSA. Dê preferência a eles, principalmente se estiver indo aos Estados Unidos. Aqui tem uma lista deles: http://www.tsa.gov/traveler-information/baggage-locks

O diferencial deste cadeado é simples: com ele, a TSA poderá abrir o cadeado, checar sua bagagem e fechá-la novamente sem qualquer dano. Cada cadeado tem um código e uma chave-mestra respectiva. Essa abertura não acontece sempre, mas se tiver de ser feita numa bagagem sem o cadeado TSA, a mala poderá ser danificada no processo.

6

No Brasil, os valores são altos. Sugerimos que você compre nos Estados Unidos ou pela internet. Existem packs com mais de uma unidade que valem a pena. Lá fora, procure no Walmart, CVS, Walgreens, T.J. Maxx e Target.

Lojas de malas

Evite comprar as malas nas lojas dos fabricantes, pois geralmente sai mais caro. Lojas multimarcas costumam oferecer preços melhores. Além disto, caso você vá comprar nos Estados Unidos, veja também as opções nos outlets.

Fique de olho nas promoções, pois você pode conseguir desconto de mais de 50% no valor da mala. Finalmente, pense também a longo prazo. É melhor pagar mais para ter uma mala que dure mais tempo do que pagar menos e ter que trocá-la regularmente.

Agora, só falta comprar a passagem, né? Boa viagem!

 

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.