Especial Férias – O que pode e o que não pode levar

É tanta regra que até os viajantes experientes às vezes ficam em dúvida: o que pode e o que não pode levar no avião? Quais os limites de peso da bagagem? O que, exatamente, posso levar na bagagem de mão? Para ajudá-los com essas e outras questões, fizemos um resumo das regras que respondem às dúvidas mais comuns.

Bagagem despachada e bagagem de mão

A bagagem despachada são as malas maiores, que vão no bagageiro do avião. Você as entrega na hora do check-in e elas são conduzidas por aquelas esteiras de borracha para o interior do setor de cargas. Quando desce do avião, já no destino, elas são devolvidas no setor de desembarque, também em esteiras. Ao despachar sua bagagem, você receberá um comprovante. Guarde-o bem pois, em caso de extravio, será mais fácil localizá-la.

Bagagem de mão são aquelas coisas que você pode levar numa bolsa, mala ou mochila com pertences pessoais e itens de valor, entre eles dinheiro, documentos, aparelhos eletrônicos, remédios, etc. Durante o check-in, essa bagagem pode ser pesada ou medida pela companhia. Ao embarcar e desembarcar, você terá de passá-la pelo raio-X. Essa bagagem deve ser acondicionada no compartimento de bagagem, acima da poltrona do avião.

A recomendação é: nunca despache dinheiro, documentos, aparelhos eletrônicos, jóias e demais itens de valor. Essas coisas devem ser levadas com você, na bagagem de mão.

Limites de peso em voos internacionais

Existem dois tipos de franquia de bagagem: peça ou peso. Na franquia por peça, cada passageiro terá direito a transportar dois volumes de até 32 kg cada. As dimensões permitidas tanto para a sua bagagem como par a bagagem das crianças de colo dependem da companhia aérea.

Na franquia por peso, cada passageiro tem direito a levar qualquer número de bagagens que, no total, não ultrapassem:

20 kg na classe econômica.

30 kg na classe intermediária.

40 kg na primeira classe.

10 kg para crianças de colo que não estejam ocupando assento.

Se ultrapassar esses limites, terá de pagar as taxas correspondentes. Ao embarcar de volta ao Brasil, aplicam-se as normas do local de origem da viagem, ou seja, do Brasil. Você deve entrar em contato com a sua companhia aérea para informar-se sobre a regra vigente.

Pretende comprar passagens aéreas para viajar dentro do país de destino?

Muita gente viaja do Brasil para qualquer parte do mundo dentro do limite de peso exigido e se surpreende ao chegar no destino quando, ao comprar um bilhete avulso para viajar dentro daquele país, fica sabendo que o limite de peso é menor. A dica é se informar com antecedência sobre um lugar seguro onde poderá deixar o excesso de peso enquanto viaja internamente dentro do país que está sendo visitado. Um locker, por exemplo, pode ser uma boa solução, assim como a casa de algum parente ou amigo que você tenha no local.

Tamanho e peso da bagagem de mão

Além do peso, as dimensões da bagagem de mão também são importantes. Nos voos domésticos, a bagagem não pode ultrapassar 115 cm (somando-se altura + comprimento + largura) e o peso máximo é de 5 kg. Se passar disso, a companhia pode exigir que a bagagem seja despachada. Nas viagens internacionais, a regra depende da companhia, mas o que varia é o peso; as dimensões costumam ser as mesmas do voo doméstico. Os aeroportos costumam ter uma peça de metal que ajuda a verificar as dimensões da sua bagagem.

Verifique abaixo o que pode levar na bagagem de mão

Segundo a Anac, você pode levar:

1 ) Uma bolsa de mão, maleta ou equipamento que possa ser acomodado embaixo do assento do passageiro ou no compartimento próprio da aeronave na cabine;
2 ) Um casaco, sobretudo, manta ou cobertor;
3 ) Um guarda-chuva ou bengala (não pontiagudos);
4 ) Máquina fotográfica, laptop ou binóculos;
5 ) Material de leitura para viagem;
6 ) Alimentação infantil para consumo durante a viagem;
7 ) Muletas ou aparelhos ortopédicos utilizados pelo passageiro.
8 ) Instrumentos musicais (desde que os mesmos possam passar pelos equipamentos de Raio – X nos postos de segurança);
9 ) Um carrinho de bebê dobrável, uma cesta ou um bebê conforto.

Líquidos, remédios e aerossóis em voos nacionais

Pode levar. A restrição vale somente para voos internacionais. O que não pode:

arma (ou réplica) de qualquer tipo; objetos pontiagudos, cortantes ou de ponta arredondada que possam ser usados para causar ferimentos (alicates de unha, por exemplo); substâncias explosivas ou inflamáveis, químicas ou tóxicas que possam colocar em risco a integridade física de pessoas ou a segurança do avião. Essa é a norma brasileira, em voos internacionais outros itens são proibidos na sua bagagem. Leia as normas vigentes do país de destino ou consulte a empresa aérea antes do embarque.

Proibido em voos internacionais

Não pode levar líquidos de nenhuma natureza na mala de mão, nem gel, pastas, cremes, aerossóis e similares. A única forma de levá-los são as seguintes:

• Em frascos com capacidade de até 100 ml e colocados em embalagem plástica transparente, vedada, com capacidade máxima de 1 litro, não excedendo as dimensões de 20 x 20 cm;

• Líquidos em frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo se o frasco não estiver cheio. Atenção! A fiscalização costuma ser rígida e você poderá perder o frasco.

• Os frascos devem ser adequadamente acondicionados (com folga) dentro da embalagem plástica transparente, completamente vedada;

• A embalagem plástica deve ser apresentada na inspeção de embarque de passageiros, sendo permitida somente uma embalagem plástica por passageiro.

Essas restrições se aplicam também ao passageiro que apesar de realizar um voo nacional, tenha seu embarque realizado em área destinada a embarque internacional Lembre-se: em caso de conexão em outros países, a empresa aérea deverá informar o passageiro sobre a possibilidade de retenção ou não da embalagem.

Dicas importantes

  • Identifique sua bagagem para facilitar sua visualização na esteira da sala de desembarque. Adesivos, fitas e etiquetas ajudam
  • Não leve bagagem que não seja sua ou cujo conteúdo você desconheça.
  •  Evite despachar bagagens com objetos de valor, como: joias, dinheiro e eletrônicos (celulares, notebooks, filmadoras, etc). Se houver necessidade de despachar, declare o valor dos bens transportados ainda no check-in. Para isso, peça o formulário à empresa aérea, que se responsabilizará pelos bens declarados mediante taxa a ser cobrada no ato de confirmação dos bens. Consulte os valores com a companhia aérea.

Você pode entrar em contato com a Anac para tirar quaisquer outras dúvidas visitando o site www.anac.gov.br ou ligando para a central de atendimento 0800 725 4445 (atendimento 24 horas por dia, todos os dias da semana).
Para terminar, links que podem ser úteis para planejar a organização da sua bagagem e da sua viagem:

Panfleto sobre bagagens da Anac
Guia do Passageiro Anac
Resolução da Anac sobre bagagens
Guia do Ministério do Turismo
Guia do Passageiro Infraero

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.