Experiências Inesquecíveis

Namasteeeee..!!

É tanta coisa, mas tanta coisa, que juro ter a impressão de estar aqui há meses!

Bom, deixe-me contar a vocês sobre esta semana. No geral a mesma rotina, no entanto, como ainda sobra um tempinho livre entre o orfanato e a hora de ajudar com o almoço, resolvi ajudar um asilo que fica próximo de onde estamos e pelo que ouvi sempre precisam de gente.

Agreguei o asilo ao meu itinerário diário. E olha pessoal, não é jogo fácil não. O lugar é bem precário e tem muito velhinho debilitado. O trabalho no asilo é bem variado, e onde eles precisam eu estou.

Meu trabalho vai desde lavar chão, arrumar as camas, lavar roupas, toalhas, cobertores e etc…Máquina de lavar? Jura né!?… A mão mesmo! Acho que agora estou melhor que a máquina de lavar!

Querem saber se gosto desse trabalho? SIM! Bastante, me sinto muito útil! Não paro nem para ir ao banheiro!

No final desta semana até o dia 29 de Outubro é Dashain Festival. Trata-se de um grande feriado que celebra o BEM que vence o MAL e quando a deusa Durga matou os demônios. Com esse feriadão rolando, todas as escolas fecham, assim como órgãos públicos. Esse é o momento onde o povo se reúne com suas famílias, então temos “pouco” trabalho!

Meu último dia ensinando inglês para reabilitação feminina foi ontem. Elas me pintaram todo com ‘tikka’ (pó vermelho usado pintar o 3º olho na testa), me deram chocolates, balas e me enrolaram com lenços abençoados. Foi bem legal, nunca imaginei.
Acho que apesar de pouco tempo, consegui fazer alguma diferença na vida delas. Fiquei muito feliz!

Agora tenho o orfanato e o asilo!

Ontem quando sai do asilo fui com a Marie (voluntária da França) e minha nova “amiga” Martina à Pachupatinat. Uma área cheia de pequenos templos e onde se localiza um rio parecido com o Ganges, menor em proporção (nem 1/3 do tamanho) onde banham e cremam os mortos.

Para entrar, estrangeiros pagam 500 rúpias e Nepaleses quase nada. Desta vez não rolou de me passar por Nepalês. Rs.. É pessoal, aqui muita gente acha que sou nativo pela cor da minha pele. Digamos assim, mais ‘bronzeada”do que a dos europeus! Hehe.. Enfim..Não deu certo!

Fui passear e logo vi uma extensa feirinha, resolvi dar uma olhadinha antes de voltar para a casa. Barganha dalí, barganha daqui….Isso BARGANHA! Assim como em quase todos os outros lugares na Ásia, aqui não é diferente. Eles já tabelam o preço alto para que haja espaço para barganha. Tem que ser cara de pau mesmo.

Continuei andando e barganhando, e putzzzzz!! Levo um super escorrega. Ah não! Não pode ser! Pisei, pra não dizer que quase mergulhei, em uma MONTANHA de cocô de vaca!! Caramba viu! Tenho sido tão cauteloso, desde a Índia e agora, quase fim da viagem, dou uma dessas!

Só um pequeno detalhe eu uso havaianas aqui, quase não uso o tênis. Vocês imaginam a BELEZA que ficou meu pé, né!? Como eu limparei isso? É tanto cocô que só papel não deu conta! Droga! Meu pé vai cair de podre se eu for andando até em casa para lavar.

Dei mais uns 5-10 passos e vi uma vendinha, pedi água e apontei meu pé! “ Pahni! Pahni” dizendo ‘água’ em Nepalês e mostrava a lindeza do meu pé! Achei que venderiam uma garrafa de água, mas acho que ficaram com tanta pena que me trouxeram um enorme balde de água. Ufa…Deu p/ lavar bacana, pelo menos o suficiente para andar um pouco mais e depois voltar para casa.

Andei…andei..E quando vi, estava dentro do tal complexo! Sem pagar NADA! Uhuuu…
O lugar é CHEIO de pequenos templos, alguns com Bramanes, que são os sacerdotes no hinduísmo e muitos macacos soltos e livres pelo complexo.

Depois voltamos pra casa, jantamos e ficamos batendo papo na sala até a hora de ir para cama!

Tenho ouvido muito a banda Of Monsters and Men nessa viagem, Muito bom! Então segue trilha sonora para este post:
From Finner’ Of Mosnters and Men

Bem, é isso por hoje!

Até o próximo post pessoal!

Thandevan!

 

Gabriel Canellas

Gabriel Canellas

Paixão por cozinhar e viajar! E também...COMER! Canellas considera muito importante provar os sabores dos lugares que visita. Nessa aventura além do Himalaia, serão 2 semanas de trabalho voluntário no Nepal e uns dias na Índia, passando por Delhi, Varanassi e Agra. Acompanhe a fantástica experiência.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.