Freiburg: cravada na Floresta!


Alguns dias depois da viagem para Forbach (ver post anterior), fui convidado com os outros membros do IAESTE (programa de estágio que estou participando) para participarmos de uma reunião dos comitês locais a acontecer a cidade de Freiburg im Breisgau |Frái-burg im Bráis-gáu|[Freiburg na região de Breisgau] – ou apenas Freiburg. O evento, chamado de FREIBURG WEEKEND, duraria de sexta a domingo, e contaria com uma programação excelente aprontada e dirigida pelos membros do IAESTE Freiburg.


Arch so! [Ah, sim!] Aqui na Alemanha, os Comitês Locais (LC, em inglês) são de extrema ajuda para os estagiários que acabam de chegar. Em geral, o LC de cada cidade é formado pelo pessoal (local) que já participou do IAESTE em algum outro país, ou que tem grande interesse em fazê-lo. Os LC´s ajudam desde na procura com moradia, até no entrosamento com a nova cidade – e ainda vão buscar o estagiário na estação de trem (no primeiro dia)! No caso da minha cidade, Karlsruhe, o LC faz reuniões toda segunda-feira do mês, aonde são planejadas viagens de grupo, tiradas dúvidas sobre a cidade, experimentadas as diversas cozinhas internacionais ou apenas degustar uma típica cerveja alemã junto com os novos amigos. Os maiores LCs regionais normalmente convidam os estagiários das cidades vizinhas para os eventos chamados WEEKEND, ou seja, um fim de semana inteiro naquela cidade.

Com sacos de dormir e pequenas mochilas nas mãos, chegamos por volta das 4 da tarde de sexta-feira no Hauptbahnhof |rráupti-bã-rróf|[estação central de trens]. O grego Vasilis se adiantou e já voltava com a passagem na mão. “Vasilis, você comprou o ticket pra que horas?!”, peguntei… “Para agora! Corre!!!!”. E então saímos correndo, desesperados, eu, Vasilis e Rajat em direção ao Glais [plataforma] de saída do trem, no melhor estilo “corre se não vamos perder o avião” do filme Esqueceram de Mim. A cara de medo das pessoas ao nos ver correndo desesperados na estação era muito engraçada, mas perder aquele trem significaria esperar quase 2 horas para pegar o proximo!!! Mas, enfim, tudo deu certo… chegamos 15 segundos antes das portas fecharem e o trem deixar a estação… em ponto.

A viagem transcorreu tranquila, com apenas uma troca de trens no caminho. Dessa vez, sem pânico. Heheheh

Ao chegar em Freiburg, fomos a pé para o albergue. A cidade, pequena e muito arrumada, guarda um clima extremo de antiguidade, arte e simplicidade. Simplicidade?! Pelas ruas íamos esbarrando em construções completamente ornamentadas, com entalhes minuciosos, de um primor enorme. A Münster |m{ue}nx-tar|[catedral], por exemplo, é de uma complexidade artística que salta aos olhos.

Pelas ruas de paralelepípedos, percebemos outras construções medievais com mais de 500, 600 anos de idade. A própria catedral tem mais de 880 anos de idade, e encontra-se perfeitamente conservada. Impressionantemente belo.


Ach so! [Ah, sim!] Apesar de antiguissima, Freiburg (que comecou a ser construida no inicio do seculo 12) está perfeitamente preservada. A cidade cresce em total harmonia com a Floresta Negra (Schwarzwald), a maior floresta da Alemanha – cujas árvores podem ser vistas por todos os lados e ruas de Freiburg. Cursos de água artificiais (riachos pequenos) cruzam várias das ruas do centro – e eram utilizadas nas épocas medievais para controlar incêndios nas antigas casas de madeira; hoje servindo apenas como mais um charme antigo do local.

Depois de chegarmos ao albergue, descarregamos tudo e fomos para a floresta, perto da cidade. Lá, churrasco típico alemão: salsichas, milho na grelha, alguns steaks, comida vegetariana… vinhos, cervejas e muita conversa!!! No Freiburg Weekend estavam presentes 16 estagiários, de Ulm, Karlsruhe, Stuttgart e da própria cidade; sendo que a única nacionalidade que se repetiu foi o Brasil!!! Heheheh… No mais, tinha suíço, espanhola, russa, ucraniana, polonesa, turco, uzbequistanês, egípcia, chinês, grego, indiano, finlandês e até uma mistura de suéco com alemão, além dos próprios alemães locais, claro! Heheheh. O pessoal total foi muito gente boa, muito legais mesmo.

No dia seguinte, acordamos cedo e fomos fazer um tour pela cidade, conhecendo os principais pontos. Depois de duas horas de caminhada, almoço em uma casa italiana muito boa, no Mitte [centro da cidade].

Logo após o almoço, embarcamos no trem intercidades S-Bahn direto para uma cidadezinha perto de Freiburg, chamada Kaiserstuhl – que fica exatamente no vale de várias montanhas cobertas de videiras! A cerveja aqui foi pra segundo plano: o negócio aqui é vinho! Então, nada melhor que conhecer uma Weingut |váin-gut| [casa de vinhos] através de uma degustação da produção local, certo?! Após um rápido tour pelos campos de produção, experimentamos 6 vinhos, sendo 4 brancos e 2 vermelhos. Apesar do calor de 38 graus Celsius na sombra (!!!), foi tudo ótimo. Voltando para Freiburg, banho rápido e logo partimos para um mirante numa montanha próxima ao albergue. Jantar (lanche rápido) e, animados com a noite que se aproximava, partimos para a festa dos universitários em comemoração aos 550 anos (!!!!!!) da Albert-Ludwigs-Universität, uma das mais antigas e prestigiadas universidades da Alemanha. Muito, muito bom… balada irada!

No dia seguinte, café da manhã rápido e partida para o Schluchsee |Xlur-síi|, em um trem lotado de gente querendo chegar o mais rápido possível ao maior lago da região! A região do lago é muito bonita, e a trilha para o ápice de uma das montanhas na Floresta Negra que o circunda nos parabenizou com uma vista sensacional.

Freiburg, no coração da Floresta Negra, é uma cidadezinha muito interessante. Pacata, mas cheia de surpresas, de tranquilidade, de natureza. A viagem foi ótima!

É isso ae, galera… no próximo post falarei sobre a capital financeira da Alemanha: Frankfurt, onde passei um dia muito agradável e mandei minha fé para o Brasil. Fé, que fé? Aguardem o próximo post!!! heheheh

Abraços e até a próxima!

Galeria de fotos:

Rafael Guimarães

Rafael Guimarães

Rafael é estudante de Engenharia Florestal e vai estagiar em uma das melhores empresas do setor, na Alemanha. Além, claro, aproveitar para se divertir na Europa. Acompanhe aqui

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.