Lugares da literatura que você pode visitar

Sabe quando você termina de ler um livro maravilhoso e fica se sentindo órfão daquela história? Você quer voltar a viver naquele mundo imaginário novamente, mas o livro acabou. Pois existe uma alternativa para isso: visitar os lugares que inspiraram o autor!

Existem muitos lugares assim, que inspiraram grandes clássicos da literatura, e que você pode visitar, por exemplo, fazendo um Mochilão CI. Vamos dar uma olhada em alguns deles.

Florença e Ravena, Itália (“A divina comédia”, Dante Alighieri)

A jornada do autor pelo céu e pelas profundezas do inferno teve referências como Roma, Siena, Toscana, Florença e Ravena, mas são essas duas últimas cidades que se destacam como cruciais para entender a Divina Comédia. Florença é a cidade onde Dante viveu e trabalhou a maior parte de sua vida. E é fácil visitá-la partindo de Roma. É a cidade das artes. Não deixe de ver a catedral e os museus. E Dante passou os últimos 19 anos de sua vida em Ravena. Foi lá que escreveu a maior parte da Divina Comédia. Trata-se de uma cidade medieval italiana bem preservada, com seus famosos mosaicos e paisagens naturais. É o paraíso de quem ama flanar, e é riquíssima em lojas e cafés, perfeitos para apreciar o passar calmo dos dias.

La Mancha, Espanha (“Dom Quixote”, Cervantes)

La Mancha é uma região semi-árida na Espanha central, conhecida por seu solo arenoso e avermelhado. Possui muitas colinas repletas de oliveiras e arbustos que lhe dão um ar ressequido. Talvez, Cervantes tenha preferido não revelar o nome das cidades por onde Dom Quixote passou nessa região para preservar o mistério que a cerca. Uma das mais famosas cenas do livro é a batalha contra os moinhos de vento. Hoje, há muito menos moinhos, mas eles continuam existindo naquelas colinas, o que remete o visitante imediatamente para a Espanha medieval. É possível encontrá-los na “Ruta de Don Quichote” e no Campo de Criptana, além de em Consuegra. São lugares fascinantes, que farão o visitante reviver a história do Cavaleiro da Triste Figura.

Departamento de Magdalena, Colômbia (“Cem anos de solidão”, Gabriel García Marques)

Imagem de uso liberado

 A cidade do livro, Macondo, é fictícia, mas a inspiração é uma região do norte da Colômbia conhecida como Departamento de Magdalena. O próprio García Marques, ganhador do Nobel de literatura, é natural de Aracataca, município desse Departamento. Há muitos lugares excelentes para comer, se hospedar e praticar atividades de lazer, como mergulho e outros esportes aquáticos. Cartagena, outra cidade de onde García Marques escreveu, também é um destino turístico especial, por se tratar de uma cidade com fascinante arquitetura histórica, praias paradisíacas e um clima festivo que nunca acaba. Para quem quer reviver o clima do livro, uma boa pedida é alugar um carro e passear por todo o Departamento de Magdalena.

São Petersburgo, Rússia (“Irmãos Karamazov”, Dostoyevsky) 

São Petersburgo, uma das cidades mais importantes da Rússia, e aquela onde Dostoyevsky viveu e escreveu, parece uma grande galeria a céu aberto de palácios, conservatórios e museus. Foi nela que nasceu o movimento socialista. Impossível visitá-la sem conhecer o Hermitage, para o qual se aconselha comprar os ingressos online com a devida antecedência. Talvez a melhor época para visitas seja no final de junho, quando o sol do solstício de verão brilha durante grande parte da noite, e os festivais de rua são um convite irrecusável.

Londres, Inglaterra (Sherlock Holmes, Sir Conan Doyle)

As aventuras do detetive mais famoso da literatura passam por praticamente todos os bairros londrinos que fazem a fama da Londres vitoriana. Para o fã da série policial, recomenda-se começar pela Baker Street. O Museu Sherlock Holmes fica na altura do número 237. Muitos dos lugares têm relação com aqueles frequentados pelo próprio Sir Arthur Conan Doyle. King’s Cross e Waterloo são dois exemplos, para não falar de locais fora da cidade para onde o detetive viajou, como as belas paisagens campestres de Dartmoor.

Stanley Hotel, Colorado, EUA (“O iluminado”, de Stephen King)

Stephen King teve a ideia de escrever seu clássico do terror, O iluminado, depois de se hospedar na suíte 217 de um Stanley Hotel praticamente vazio. Situado na cidade de Estes Park, no Colorado, trata-se de um resort de verão bastante procurado, sendo também onde fica a administração do Parque Nacional das Montanhas Rochosas. Muitos acreditam, há anos, que o Stanley Hotel é mal-assombrado, com relatos de atividades estranhas sobretudo no salão de festas, além de aparições nos quartos no meio da noite. Se você não se abala com esse tipo de coisa e curte belas paisagens naturais e a vida ao ar livre no entorno do hotel, por que não fazer uma reserva?

Dublin, Irlanda (“Ulisses”, James Joyce)

James Joyce teria dito que se Dublin desaparecesse do mapa de uma hora para outra, bastaria ler Ulysses para recriá-la tendo como base todos os lugares que ele menciona no livro. Para os fãs do livro, dá para seguir os passos do protagonista, Leopold Bloom. Basta estar em Dublin no Bloomsday, o 16 de junho, quando milhares de fãs de Joyce se reúnem em Dublin para percorrer o caminho tomado por Bloom no romance.

Cidade de Antigua Guatemala, Guatemala (“O pequeno príncipe”, Saint-Exupéry)

Sim, a história desse pequeno clássico não se passa numa cidade, mas no asteroide B-612. Mas o autor, Saint-Exupéry, passou algum tempo em Antigua, se recuperando dos ferimentos que sofreu em um acidente de avião. Ainda existe muita discussão sobre que pontos e lugares da cidade serviram de referência para diversas partes do livro. Mas o que importa é que o autor se sentiu muito impactado com as paisagens locais, o que, sem dúvida, se refletiu na sua obra mais memorável. Lá, existe o vulcão ativo Pacaya e outros mais tranquilos, como o Acatenango. As águas tranquilas do lago Atitlan e regiões do entorno, como o Rio Dulce, são cenários perfeitos para relaxar.

*  *  *

Aproveite que está visitando lugares da literatura e estude um pouco da língua local nos cursos de idiomas organizados pela CI.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.