Melhores destinos com vulcões

O tipo de viagem que combina as belezas naturais a uma das aventuras mais radicais e impressionantes que o ser humano pode experimentar, a peregrinação aos vulcões, em atividade ou extintos, tem sido um destino cada vez mais procurado por turistas.

Poucos fenômenos nos põem em contato tão próximo com as entranhas do próprio planeta. Ver os rios de lava sendo lançado nas alturas, escorrendo pelas encostas ou mergulhando no oceano é uma visão incomparável. E se isso o interessa minimamente, então pode estar na hora de dar a si mesmo a chance de conhecer um vulcão de verdade.

Monte Fuji (Japão)

Um dos vulcões mais famosos do mundo, o Fuji cobriu Tóquio de cinzas em sua última erupção, que começou em dezembro de 1707 e só terminou em janeiro de 1708. Com 3.660 metros de altitude, fica coberto de neve a maior parte do ano. Apesar de poder ser considerado ativo, hoje em dia costuma ser classificado como “ativo mas com baixo risco de uma erupção violenta”. Você pode visitá-lo com toda a comodidade entrando em contato com a gente.

Monte Stromboli, Itália

O Stromboli é um vulcão muito popular entre os turistas, e isso aparece nos números: a cada ano, milhares de visitantes o procuram. Localizado na pequena ilha da costa norte da Sicília, o Monte Stromboli está ativo há muito tempo. As erupções desse vulcão são bastante regulares, o que faz dele uma atração turística perfeita. Os tours locais são uma ótima opção para vê-lo de perto. É possível chegar 200 metros acima da cratera em erupção.

Vulcão Kilauea, Havaí

O Havaí, como a Islândia, é um arquipélago formado pelo “fogo”, ou seja, pela intensa atividade vulcânica submarina do oceano Pacífico. Porém, longe da sua fama de ilha paradisíaca, o que faz dela um destino muito procurado, não há dúvida que o Havaí é quase uma Meca dos vulcões. O Kilauea, na ilha grande, é o vulcão mais ativo do planeta e, se as condições permitirem no momento em que você estiver lá, será possível chegar relativamente perto dos rios de lava que se derramam espetacularmente no mar.

Popocatepetl, México

O Popocatepetl é o segundo maior pico montanhoso do México, e ainda é considerado um vulcão ativo. O nome se traduz mais ou menos como “montanha fumegante”, já tendo tido mais de vinte erupções registradas desde 1519. A última e mais poderosa delas foi no ano 2000. Ainda bem que os cientistas conseguiram alertar o governo mexicano e milhares de pessoas puderam ser evacuadas de sua proximidade. A erupção de dezembro daquele ano foi a maior já documentada, e provavelmente uma das mais violentas em milhares de anos.

Sierra Negra, Equador

Situado nas Ilhas Galápagos, o Sierra Negra está localizado numa das regiões vulcânicas mais ativas do mundo, o que faz dele um destino perfeito para quem ama vulcões. Ele é um dos cinco vulcões da ilha, e tem a segunda maior cratera do mundo, proporcionando um espetáculo de tirar o fôlego.

Monte Pelee, Caribe

Localizado em St. Pierre, na ilha da Martinica, no Caribe, o Monte Pelee é considerado um estratovulcão, formado por camadas de lava endurecida e cinzas que foram se acumulando com o passar dos séculos. O vulcão entra em erupção com frequência, mas a lava endurece antes de ir muito longe. A pior erupçãodo Monte Pelee foi em 1902, quando matou mais de 36 mil pessoas e destruiu completamente a cidade de St. Pierre, que foi reconstruída depois.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.