Mercado de Trabalho na Irlanda

Olá people!

Uma das dúvidas que mais escuto dos estudantes que estão planejando o intercâmbio para a Irlanda está relacionada ao mercado de trabalho e às oportunidades profissionais. A maioria dos intercambistas deseja uma vivência internacional para desenvolver um novo idioma e, de quebra, conseguir uma boa experiência profissional.

Mas, Malu, por onde começar?

Minha primeira dica é entender qual é o seu nível de inglês. Como está o seu speaking? Esse precisa ser o primeiro foco de quem deseja se recolocar no mercado em outro país, porque independente do tipo de emprego que você conseguir, a língua é fator determinante para se comunicar em qualquer profissão. É claro que algumas oportunidades exigem mais fluência do que outras, mas raramente você vai encontrar um emprego em que não precise interagir com os seus colegas, por exemplo.

Bom, diante dessa resposta, existem duas alternativas: ou você tem um inglês comunicável e vai partir para o próximo estágio ou você você vai precisar focar no seu objetivo para alcançar as suas metas.

Se por acaso você não tiver nenhum conhecimento de inglês, a minha dica é focar 100% na evolução da língua. A melhor forma de evoluir é se dedicar muito às aulas de inglês e quem sabe fazer um trabalho voluntário nas horas vagas.

O trabalho voluntário é uma das melhores experiências que existem! Além de apoiar uma causa por alguém que precisa, você vivencia uma nova cultura, o que ajuda muito a desenvolver o idioma. Pra completar, é um aprendizado incrível para o âmbito profissional, proporcionando um bom networking e até amigos para a vida toda. Você também receberá uma carta de referência para apresentar nas empresas em que deseja trabalhar – lembrando que os irlandeses dão muita importância para as referências.

Eu diria que boa parte do processo de contratação por aqui se dá por indicação (assim como no Brasil). A diferença é que a cultura europeia é um pouco diferente da nossa, então as indicações têm um peso maior. Uma recomendação é algo realmente valorizado na Irlanda.

A melhor forma para conseguir um trabalho voluntário é o famoso porta a porta. Vá até as empresas de voluntariado, leve o seu currículo e mostre o seu interesse em trabalhar com eles. Pode ter certeza de que assim suas chances de conquistar uma oportunidade são grandes! Com isso, seu inglês dará um salto e em breve você estará preparado para se candidatar ao mercado de trabalho.

Para quem já possui um nível melhor de inglês, o ideal é focar em uma área de atuação que se aproxima da sua no Brasil, enviando o seu currículo aqui na ilha. Vejo muitos brasileiros, achando que não conseguiriam, enquanto acompanho muitos outros que acreditam, se candidatam às vagas e conseguem oportunidades muito boas! Isso tem muito mais relação com a sua própria confiança e com a coragem de colocar “a cara a tapa” do que necessariamente com o mercado de trabalho em recessão.

Como vocês já devem ter ouvido falar, a Irlanda é o Vale do Silício da Europa, onde encontramos grandes empresas multinacionais, com sede em Dublin ou Cork, e muitas oportunidades em diversas áreas de atuação. Acho que, na verdade, precisa ter coragem para enfrentar o medo e correr atrás do sonho de uma oportunidade bacana.

Para vagas que exigem um nível de qualificação maior, recomendo o LinkedIn para buscar e se candidatar às posições disponíveis, visto que é um meio muito utilizado pelas empresas na Irlanda para a contratação de funcionários.

Outra dica que poucos brasileiros exploram são os estágios (remunerados ou não). Existe um alto índice de estudantes que conseguem o famoso Work Permit depois de mostrarem o seu trabalho e a sua dedicação como estagiários nas empresas.

Há também centenas de oportunidades em inúmeras áreas de atuação, como hotelaria, restaurantes, pubs, lojas, limpeza, etc. Para essas vagas, minha dica é levar o currículo em mãos e entregá-lo pessoalmente na empresa. Assim como no Brasil, é possível participar de processos seletivos por meio de sites que divulgam vagas de emprego. O segredo é foco e persistência.

Nós, da CI Irlanda, damos todo apoio aos estudantes para ajustar o currículo nos padrões irlandeses e orientamos sobre como procurar oportunidades e enviar o currículo. Além disso, estamos preparando algumas novidades para apoiar os alunos no mercado de trabalho e em breve vocês vão saber de tudo 😉

Boa sorte para todos!

Malu Rosado - Embaixadora da CI Irlanda

Malu Rosado - Embaixadora da CI Irlanda

Olá! Meu nome é Malu, sou embaixadora da CI Irlanda e moro em Dublin há mais de 3 anos. Sou ex-intercambista e deixei mais de 20 anos de carreira comercial no Brasil para estudar inglês na Ilha Esmeralda. Sou formada em Marketing e atualmente curso MBA na Irlanda.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.