Mitos e Verdades sobre o High School

O intercâmbio já faz parte dos planos de muitos adolescentes, jovens e adultos, seja para o crescimento pessoal ou profissional. A expectativa é aprimorar ou aprender um idioma e viver uma nova cultura. Mas a realidade é que o intercambista também vai conhecer lugares incríveis na companhia de amigos que serão como uma família!

E o interesse por essa experiência tem aparecido cada vez mais cedo, principalmente por conta das redes sociais e seus inúmeros perfis sobre o tema. Mas mesmo com tanta facilidade para pesquisar e encontrar informações, pais e filhos ainda têm muitas dúvidas.

Será que intercâmbio é só diversão? E a saudade de casa? O aluno perde o ano letivo quando voltar para o Brasil? Ufa! Fique tranquilo! Estamos aqui para desvendar os principais mitos e verdades quando o assunto é High School.

Adolescentes são muito novos para fazer intercâmbio

Mito. O foco deste programa é justamente cursar o Ensino Médio no exterior, então a idade dos estudantes deve variar entre 14 e 18 anos. Na verdade, esta é uma ótima oportunidade para amadurecer e se sentir mais confiante! Geralmente, o aluno pode cursar apenas um semestre ou o ano letivo completo. Lembrando que é importante estar atento às matérias exigidas pela Secretaria da Educação no Brasil, pois só assim será possível validar o currículo cursado durante o intercâmbio.

É preciso ser independente e responsável para fazer intercâmbio

Verdade. O High School exige independência e reponsabilidade porque o estudante estará longe do cuidado de seus pais. Então, é preciso manter a rotina organizada no geral, estudar, fazer as tarefas e atividades da escola. Participar do convívio social também é essencial para se adaptar à nova cultura e aproveitar os momentos com os amigos.

 

Quem faz intercâmbio perde o ano letivo no Brasil

Mito. Uma das vantagens do High School é a possibilidade de estudar no exterior sem atrasar o Ensino Médio no Brasil. Por isso, pais e alunos podem ficar despreocupados! O primeiro passo é conversar com a direção da sua escola brasileira sobre o intercâmbio. Em seguida, veja como organizar sua grade curricular no exterior para que o histórico escolar seja aceito e não haja problemas para validar os estudos quando voltar. Planejando tudo com calma e antecedência, o estudante terá uma experiência de intercâmbio incrível.

É necessário dominar a língua estrangeira

Verdade. Além de um bom histórico escolar, o adolescente deve entender o idioma estrangeiro para acompanhar as disciplinas que irá cursar. Ou seja, basta compreender os principais aspectos da língua, já que as escolas não exigem o conhecimento de um nativo. Antes do início das aulas, o aluno é submetido a uma avaliação para determinar sua fluência no idioma.

Intercâmbio é só diversão

Mito. O jovem deve ter em mente que o período no exterior continua sendo parte da sua rotina escolar, principalmente durante uma fase tão importante para o seu futuro quanto o Ensino Médio. É preciso seguir as regras da escola e da hospedagem, seja em residência estudantil ou casa de família. Mas é claro que o melhor caminho é manter o equilíbrio entre as tarefas diárias e os momentos de diversão! Pensando nisso, diversas atividades culturais são parte integrante do programa, como datas comemorativas e viagens a pontos turísticos.

Imersão total na cultura e no idioma do país

Verdade. O intercâmbio é uma oportunidade única para o estudante conhecer pessoas do mundo todo e aprimorar ou aprender um novo idioma praticando diariamente. Além disso, viver uma nova cultura, convivendo com jovens de vários lugares, faz com que o adolescente aprenda a lidar com as diferenças e entenda mais sobre empatia e resiliência.

A saudade da família pode atrapalhar o intercâmbio

Mito. Para muitos estudantes é difícil ficar longe da família, não só dos abraços e carinhos, mas principalmente do apoio emocional que os pais trazem. Mas é importante que isso não seja um obstáculo durante a viagem. O ideal é combinar momentos para conversar e contar todas as novidades para a família. São tantas atividades e novas experiências que os adolescentes costumam lidar muito bem com a saudade!

E aí? Pronto para escolher o programa que mais combina com você? Então, pesquise bastante, converse com quem já estudou no exterior e descubra qual destino tem a sua cara!

Vale lembrar que, além da oportunidade de viver o dia a dia de outra cultura, essa, com certeza, será a porta de entrada para as melhores universidades do mundo. Os estudantes voltam mais maduros, independentes, autoconfiantes e com uma valiosa vivência internacional na bagagem.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.