O que aprendi no Canadá

Nunca pensei em viajar para o Canadá. Nem para turismo e, talvez por isso, tenha me surpreendido. E por não estar na rota de turismo do mundo, eles realmente gostam de intercambistas.

Toronto é cidade do mundo. Tem gente de todo lugar. Mas, que gente realmente cordial. Param para ajudar os outros e são solícitos. Sofri com a pontualidade britânica e isso é um outro bom aprendizado por aqui. Eles são pontuais e nós brasileiros, não. A solidariedade, as facilidades de ver um transporte que funciona e uma cidade linda e limpa irão te fascinar.

Aqui tem paisagens lindas também e bibliotecas públicas incríveis para estudar. O transporte não é caro. Para quem vai ficar mais de um mês, vale o bilhete mensal, que com uma carteira de estudante você pode pagar com desconto e andar quantas vezes quiser no dia. O transporte funciona entre uma hora e uma e meia da manhã. A cidade é plana e você pode andar à noite numa boa.

A cidade não é barata. O custo é alto e o que percebi é que muitos produtos ou comidas têm o valor do dólar americano (têm o mesmo preço, mas com o dólar daqui). A vantagem é que aqui é uma cidade do mundo e com comida e coisas de todas as partes: do Irã ao Brasil. É muito interessante isso. A taxa sobre tudo que você compra é de 13% e aqui é muito feio não dar gorjeta (a tip deles) e você quem escolhe o valor. Ou seja, nos restaurantes você gasta a comida, mais 13% e mais a tip (de 10% a 20%).

Já estou há um mês em Toronto e ainda tenho uma caminhada por aqui. Mas, por fim, diria que o Canadá é perfeito para estudar e que já saio outra Kyra daqui.

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli

Kyra é atriz, jornalista, produtora e #ViajanteCI em Toronto, no Canadá.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.