Praia

Quase 3 semanas em San Diego e quase nada de bronzeado californiano. Sendo assim, decidimos sair da escola e ir direto para a praia. Mas dessa vez, nada de Pacific Beach ou La Jolla. Queríamos ir para um lugar diferente.

Pegamos o ônibus, e acabamos puxando a cordinha antes do devido, uma vez que ninguém conhecia o lugar. Como aqui tudo é super certinho, ficamos sem graça e descemos no ponto errado mesmo. Além disso, para chegar à praia, precisávamos pegar um trilha íngrime e sinuosa. O resultado foram quase duas horas até conseguirmos estender nossas cangas para pegar sol.

O retorno não foi muito diferente. No entanto, decidimos arriscar e voltar pelo lado oposto, com a esperança que existisse uma trilha mais suave. Depois de quase uma hora de caminhada pela areia, a achamos. Ela de fato parecia mais tranquila, mas não deixou de ser extremamente cansativa. Entretanto, o visual compensa. Pode-se observar o Pacífico, alguns paraglidings sobrevoando a paisagem, e ainda, se der sorte, ver golfinhos, que parece ser normal nessa região.

Embarcadero

Nos último dias, o sol só tem aparecido perto das 10:30 da manhã. E como nesse dia deveria chegar na escola um pouco antes da minha aula, achei melhor não ir à praia. Ao invés disso resolvi conhecer a região do porto, Embarcadero.

Com o tempo todo cronometrado, comecei pelo Maritime Museum porque era o que abria mais cedo. Esse museu é formado por diversos navios históricos, sendo possível entrar em dois deles e em um submarino soviético. Tanto o HMS Surprise quanto o Star of India, o qual também conta com uma exposição de réplicas miniaturas, são muito ricos em detalhes, tornando o museu parada obrigatória. Depois segui para o USS Midway. Este é um porta-aviões desativado que também foi transformado em museu. Nele você tem direito a um audio guide, sem nenhum custo adicional – o que permite que você entenda cada detalhe sobre a história, a vida em seu interior, a rotina, e ainda depoimentos de alguns membros da tripulação. Além disso, há um caminho bem definido dentro do museu – o que facilita a visita a medida que você não se perde e não deixar passar nada. Ele conta ainda com uma série de simuladores e uma exposição dos mais diversos tipos de aviões na pista de vôo. Sem dúvida, esse museu vale a pena até para quem nunca teve muita curiosidade pelo assunto. Mas quem se interessa, prepare-se para gastar em média de 5 horas.

Bianca Salgueiro (@BiancaSaLgueiro)

Bianca Salgueiro

Bianca Salgueiro

Carioca, atriz e futura estudante de engenharia. Já atuou na dublagem de filmes como Lilo & Stitch, Procurando Nemo e Crônicas de Nárnia. Adora ler e estudar. Fala inglês, francês e cursa mandarim. Embarcou para San Diego, cidade ao sul da California, com clima praiano para viver o encanto e conhecer mais a cultura local.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.