Quanto tempo preciso fazer de intercâmbio para valer a pena?

Jogue-se na rua com os amigos e escola. Na foto, minha última classe em almoço especial. Tem gente do Canadá (professor), Chile, México, Colômbia, Brasil, França, Japão e Coreia

 

O tempo é um fator que todos postulantes a intercâmbio colocam na balança. Por exemplo, será que vale pegar aquele mês de férias e tentar aprender ou aprimorar uma língua?

Primeiro, é importante pesar que um intercâmbio nunca é uma viagem só para aprender línguas. Quando viajamos, temos a chance de conhecer pessoas e culturas do mundo todo em um só lugar (ainda mais no caso de Toronto, uma cidade realmente multicultural). Como bônus, ainda é possível conhecer um país de forma um pouco mais profunda do que um turista comum.

Mas vamos à questão do tempo.

Claro que tudo depende do seu nível de inglês. Mas, em geral, dos amigos de todas as nacionalidades que tenho aqui, a maioria gosta da experiência, ainda que seja por um único mês.

A razão é simples: em um mês, você aprende a se virar. Aprende a perder o medo, a se comunicar e consegue criar uma independência dentro dos seus limites. Obviamente, em um mês você não pega fluência e quando se mora fora, aprende-se também que falar bem um idioma leva tempo. A máxima nesse caso é verdadeira: quanto mais tempo você puder ficar, fique!

Você demora um mês para completar um nível. E um mês fora equivale a, mais ou menos, um ano de inglês (ou outra língua) no Brasil. Então, não pense que a gente sai expert. Até porque a escola é importante sim, mas – como diz meu professor – o teste mesmo é na vida real. É na hora de ir ao mercado, comprar coisas, conhecer lugares…

E a vida na rua é o grande diferencial de você estudar fora. Isso é quase unânime entre meus amigos estudantes e eu: causa uma vontade de estudar mais. Procurar informações e não parar.

Eu em encontro do ‘Toronto Babel’

 

Além da vida prática e da escola, em cada cidade tem encontros em pubs ou bares criados para estrangeiros e moradores locais treinarem idiomas. Aqui em Toronto, por exemplo, eu frequento o Toronto Babel, que acontece às quartas-feiras, a partir das 7 horas, no Rivoli. Mas sei que existem outros.

Ou seja, as possibilidades de você aprender, destravar ou aprimorar um idioma e conhecer lugares e pessoas são infinitas. É uma experiência que não se mede em tempo.

 

Kyra Piscitelli

Kyra Piscitelli

Kyra é atriz, jornalista, produtora e #ViajanteCI em Toronto, no Canadá.

  • Hugo Silva

    Olá Kyra. Ando acompanhando sua jornada. Muito legal.

    No meu caso irei ficar três meses no Canadá, será que dá pra atingir um nível bacana?

    Grato.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.