Red Bus Tour

Quando soube que faria o sightseeing tour no ônibus vermelho, ri lembrando de um passeio parecido com meu pai, recém idoso, e minha irmã, grávida de sete meses. Descobri em Cape Town que apesar de parecer estranho, principalmente quando você está do lado de fora do ônibus e o vê passar, o rolê no bumba vermelho é bem interessante e uma ótima pedida em várias situações.

É uma boa maneira de se ambientar e entender a cidade, principalmente se você tiver pouco tempo. Cheguei em Cape Town no sábado e fui passear de ônibus vermelho no domingo cedo, o tour deu  a referência geográfica que precisava da cidade: como ela se distribui, se espalha, quais os pontos de localização.

O tour de um dia sai do Waterfront: porto, shopping e parque com o aquário da cidade na área reformada do cais. Passa pelo centro da cidade, sobe até Table Mountain, montanha cartão-postal, desce o morro para a praia de Camps Bay, segue a costa até retornar ao ponto de partida. Com o Red Bus descobri o cais antigo, sinais da presença dos portugueses e holandeses na cidade, detalhes do Apartheid e até o cinema que ocupa a antiga embaixada italiana, onde é possível tomar vinho enquanto se assiste ao filme.

O preço da passagem é de 110 Raids, aproximadamente R$ 27,50, e você pode subir e descer do ônibus em qualquer ponto e pegar o próximo da rota, intervalo de 15 minutos entre eles. Sai muito, muito mais barato do o mesmo percurso de táxi, e como o transporte público em Cape Town não é nenhuma maravilha, usei o ônibus como uma linha fixa.

O negócio é fazer paradas estratégicas. Ao chegar ao centro da cidade, resolvi descer e me perder por ali. Descobri uma loja incrível, um atelier de costura de roupas tradicionais do Mali, onde fiquei por 30 minutos, conversando e barganhando. Essa é uma máxima da África do Sul, pechinche, negocie, peça desconto: eles jogam o preço para cima e se você pagar, melhor para eles. Fiquei no centro por quase uma hora, andando, vendo a feira de artesanato, descobrindo café e comprando vestidos.

 

Voltei ao ônibus e fomos em direção a Table Mountain, a montanha que cerca a cidade e que é visível de qualquer ponto da área metropolitana de Cape Town. Ao invés de parar ali e pegar o bondinho, segui firme no meu tour devidamente reabastecida por um sorvete, já que o calor começava a pegar.

De lá descemos em direção a Camps Bay, a praia badalada da cidade. Guarda-sol, óculos escuros, bolas, cachorros na calçada. Praia é praia em qualquer lugar do mundo. Aqui os ventos são um pouco fortes e a água mais gelada. O caminho pela costa é bacana até voltar ao porto é bacana e inclui visão da Roden Island, a mítica ilha prisão local.


Texto por Renata Simões
Saiba mais sobre o programa de Trabalho Voluntário na África.
Acompanhe aqui todos os posts da Renata na África.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.