Shopping

O turismo nos Estados Unidos – pelo menos para os brasileiros – não pode ficar sem compras. Com uma grande variedade de lojas, e os preços sempre muito mais baratos que o Brasil, não tem quem resista. Quando se fala em outlet, então, é a hora de se gastar com um pouco menos de peso na consciência, já que você sempre acha que está fazendo um bom negócio, mesmo comprando coisas, às vezes, inúteis. Mas tudo bem, isso também faz parte da viagem. Na minha opiniāo, o melhor momento para ir ao outlet é bem no início da viagem. Assim, quando você for comprar depois, já tem um parâmetro de comparação de preços, e não corre o risco de ficar pelo resto da viagem se martirizando porque pagou bem mais no mesmo produto em uma loja normal. Sendo assim, na primeira semana não comprei nada, esperando a primeira oportunidade para ir a um outlet. Outro detalhe importante é que os melhores outlets costumam ficar afastados do downtown. Por isso, e para não ter problema com excesso de sacolas no ônibus de volta – em San Diego existem regras sobre bagagem de mão para não prejudicar o transporte -, optamos por alugar um carro. A princípio éramos duas, então começou a missão para juntarmos mais duas para dividir a diária do carro. Acabou que no final éramos sete. Obviamente tivemos que pedir para trocar o carro compacto da reserva para uma minivan de sete lugares. Tudo pronto. O caminho até o outlet escolhido – quase na fronteira com o México – que demoraria mais de 2horas de transporte público, levou apenas 40 minutos.

Assim que chegamos, fomos direto para o centro de informação. Lá os estudantes têm direito a um VIP Coupon Book com diversos descontos em cima dos preços já reduzidos do outlet. Mas é preciso comprovante da sua escola no exterior, caso contrário tem que pagar US$5,00 , ou fazer cadastro no site do outlet e imprimir o voucher. Bom, não preciso nem dizer que todas as sete saíram praticamente falidas e que a minivan ficou pequena para tanta sacola. Depois da janta, hora de deixar uma por uma em casa. O que não teria problema algum tendo um gps e o endereço de todas. Mas aí é que tá! A suíça, única estrangeira do grupo, não sabia o dela. Falou apenas um mercado próximo e fomos para o ponto de ônibus que ela costumava descer para ver se ela se localizava e indicava a direção da sua casa. Depois de muito andar para cima e para baixo, ela se achou e todas as outras puderam ir para casa depois do dia exaustante.

Bianca Salgueiro

Bianca Salgueiro

Carioca, atriz e futura estudante de engenharia. Já atuou na dublagem de filmes como Lilo & Stitch, Procurando Nemo e Crônicas de Nárnia. Adora ler e estudar. Fala inglês, francês e cursa mandarim. Embarcou para San Diego, cidade ao sul da California, com clima praiano para viver o encanto e conhecer mais a cultura local.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.