Sobre Rodas


Para se locomover sozinho, em muitas cidades do Brasil, um deficiente físico dependente de cadeira de rodas certamente passa por sérias dificuldades. Em Vancouver, isto não é problema para ele, bem como para as mamães com seus carrinhos de bebês, senhores e senhoras com suas “motoquinhas” elétricas, ciclistas, skatistas e outros do gênero, que utilizem rodas para ir de um lugar a outro.

Aqui, você não se adapta à cidade. A cidade se adapta a você! Os ônibus, por exemplo, dispõem, em sua parte dianteira, de um equipamento para que o ciclista instale sua bicicleta com segurança e siga viagem. As estações de metrô têm não apenas escadas convencionais e rolantes, mas também elevadores, para que cadeirantes e carrinhos de bebê possam ser elevados com mais conforto.

As calçadas têm rampas e todo lugar é acessível. Até no Sea Bus, uma espécie de ferry boat no oceano que liga Vancouver ao mercado de Lonsdale Quay, na ilha de North Vancouver, é possível ver pessoas indo e vindo carregando suas bicicletas e carrinhos “a tiracolo”.

Dificuldade, aqui, não é uma palavra comum. Para os habitantes que desejam ter acesso a todos os lugares, não há limites.

Galeria de fotos:

Giuliana Batista Rodrigues de Queiroz e Carlos Roberto de Queiroz Junior

Giuliana Batista Rodrigues de Queiroz e Carlos Roberto de Queiroz Junior

O casal de João Pessoa-PB embarcaram juntos para Vancouver em busca de experiências memoráveis e aprimoramento do inglês.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.