Superando os primeiros desafios…


Bem galera, cheguei em Londres!!!! Ufa! Nem estou acreditando ainda. Toda aquela história que me falaram sobre a imigração tinha me deixado um pouco receoso do que poderia acontecer…

Mas foi tudo um sucesso!

A despedida lá em casa foi muito difícil! Uma choradeira só, fiquei me sentindo um pouco culpado de ver o pessoal chorando tanto. rsrs

Bem, vamos direto ao ponto! A primeira impressão que eu tive de Londres foi muito boa, já que tudo parece ser muito bem organizado por aqui. Ruas e parques limpíssimos, ótimas opções de transporte coletivo e muitas atrações gratuitas!

Foram umas 12 horas de vôo. Na imigração, o funcionário perguntou o motivo da minha chegada, quantos dias eu iria passar no país e pediu para ver a passagem de volta. Quando ele carimbou o meu passarte eu agradeci a Deus! O Reino Unido abriu as portas para mim!

Superada a fase da imigração, havia chegado a hora do “se vira muleke”. Seria eu subjugado pelo inglês e humor dos londrinos? Mas é assim que funciona! Não entendeu? Pede pra repetir! Tomei um trem que saía do aeroporto até a estação Victoria, onde tem metrô. Como eu já tomei bastante metrô aqui em sampa, não foi difícil acertar o trajeto. Se você nunca tomou metrô na vida, vai ser um pouco complicado no começo, mas no fim dá tudo certo. Chegando no albergue reservado na rua Craven Hill, fui direto para o banheiro. Estava precisando com certa urgência de um bom banho. Ah! Encontrei o albergue facilmente, pois dei uma estudada nos mapas durante o vôo.

Após dar uma repaginada no visual, fui ao cyber aqui que fica aqui perto do albergue, precisava dizer para alguém no Brasil que eu estava são e salvo. O dia estava ótimo, nem muito quente, nem muito frio e com céu limpo. O hostel fica numa região muito tranquila, próximo da estação Bayswater. O cyber fica entre o albergue e a estação do metrô e cobra 1,55 libras por hora. Quando entrei no MSN, logo recebi uma mensagem do Rogério. O Roger é um intercambista de inglês em Londres e está louco pra fazer um mochilão. Foi por esse motivo que nos conhecemos pelo ORKUT, ele estava buscando algumas dicas de viagem.

Logo combinamos de nos encontrar para o jantar. Gente fina o rapaz! Determinado e trabalhador, está aqui em Londres há 3 meses, morando com o Helio (tio dele). Nos encontramos na saída da estação Elefant and Castle e fomos para o restaurante onde um outro tio dele trabalha.

Durante o jantar, que o tio dele preparou para nós, aproveitei para tirar algumas dúvidas sobre como fazer ligações para o Brasil e como usar os ônibus públicos.

Barbada: Nem pagamos o jantar e o Roger ainda me levou para conhecer alguns pontos legais da cidade.

Adoro tirar fotos a noite quando os lugares principais ficam iluminados. Fui conhecendo e fotografando a London Eye, o Parlamento e a Abadia de Westminster.

Voltando para o hostel, aproveitei para ligar pra casa, precisava deixar o pessoal ciente da minha condição. Como é bom quando você ouve a voz de um familiar!

Depois disso, cheguei no Smart View Hide Park (albergue) e caí na cama. obs: os companheiros de quarto já estavam dormindo. O dia ja tinha rendido bastante! Era a hora de descansar para se preparar para o outro dia!
Galeria de fotos:

Eber Guni do Nascimento Santos

Eber Guni do Nascimento Santos

São muitas aventuras do Mochileiro e Viajante Eber pelo mundo. Desbravando a América do Sul e a Europa com vivências inspiradoras registradas aqui.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.