Table Mountain


Ontem conversando Paul ele me recomendou subir a Table Mountain a pé. Disse que era tranquilo e eu inocente acreditei!

É, este foi o meu programa de hoje. A montanha é chamada assim, pois ela é chapada no topo e em um de seus lados tem paredões verticais lembrando uma mesa. Com aproximadamente mil metros de altitude possui mais de 11 trilhas para chegar ao topo caminhando, sendo que, a mais branda leva no mínimo 3 horas.

Eu, como sou atleta (rs), resolvi subir pela mais difícil. A verdade é que eu comecei a subir e fui seguindo o caminho que me parecia mais pertinente até que cheguei a um ponto onde era escalar (de verdade) ou voltar. A partir daí as pedras eram pintadas indicando o caminho para o topo. A escala é possível sem nenhum equipamento porém demanda um mínimo de preparo para conseguir chegar ao topo. Eu não sou atleta, mas faço minhas atividades físicas. Ao final cheguei com certa cãimbra. Foram 3 horas de subida mas poderia ter sido menos já que erramos algumas vezes o caminho. Ah, esqueci. Quando me preparava para subir chegou um táxi com um muleque de mais ou menos 20 anos. Ele estava lá para subir a montanha também então decidimos ir juntos. Foi bom já que tinha alguém para tirar fotos onde eu pudesse aparecer e pela companhia já que três horas subindo é um saco.

A vista lá de cima é fenomenal e vou deixar as fotos descreverem. A volta foi de bondinho.

Assim como a Robben Island, é um lugar que não pode perder.
https://youtube.com/watch?v=OsZGbf4IQLg%26hl%3Dpt-br%26fs%3D1

Mauricio Alves

Mauricio Alves

Mauricio vai descobrir a África do Sul e ajudar como voluntário a cuidar dos animais. Será uma experiência enriquecedora!

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.