Trecho 01 – Dublin

Trecho 01 – Dublin

Oi pessoal! Este é o primeiro post que farei sobre o mochilão que farei pela Europa durante um mês. O pontapé inicial é Dublin! Escolhi a cidade por ser conhecida pelas belas paisagens e o clima de festa que dura o ano todo lá. Desembarquei logo após o St. Patrick’s Day, acreditando que a cidade estaria mais sossegada. Ledo engano! Por onde fui pude ver muita gente se divertindo. A primeira coisa que fiz foi comer o típico café da manhã local. Estranhei o fato de ter feijão, mas era uma delícia! Chegou a ser uma refeição completa, ideal para passar um dia todo.

O clima não foi muito o que eu esperava, já que é primavera por aqui. Por mais que seja verão ou inverno, leve uma roupa extra para não ser pego desprevenido. Por sorte coloquei na mala uma jaqueta e gorro de frio, que foram muito úteis nos dias que estive por lá.

Segui caminho sentido Dame Street, que resume muito da cultura local. A arquitetura, a natureza, muito turista fazem do passeio mais acolhedor. De lá fui para a Trinity University, uma das principais universidades da cidade, que permite a entrada de turistas no campus! Vale a pena entrar conhecer como vivem os jovens de lá. Uma passada pela biblioteca é imprescindível! Tive sorte de acompanhar um treino da equipe de Rugbi e foi emocionante.

Separei um dia para visitar Bray, uma cidade vizinha a Dublin (30 minutos de trem que passa super rápido devido a paisagem). Durante o verão ela fica lotada. É um lugar inspirador e ideal para quem relaxar. Você pode ficar sentado na beira da praia de águas geladas – não ouse entrar no mar – e ficar contemplando a vista, que parece saída de um filme. Recomendo uma volta pelo morro que fica logo ao fim da praia, mas é preciso de disposição pois a caminhada pode ser longa.

Voltando para Dublin, fiz um pit-stop no mais famoso pub da cidade, o Temple Bar. Lá a coisa mais fácil de fazer é amizade. Tem gente do mundo todo que está para celebrar qualquer motivo. Não negue um brinde de Guinness e curta a música que toca. Sem esquecer de fazer fotos!

Separei algumas dicas rápidas para quem deseja ir para Dublin:

  • Você pode fazer quase todos os passeios a pé pela cidade. Trem só para quem vai para os subúrbios e cidades vizinhas – vide Bray.
  • Lá o trânsito funciona como mão inglesa. Todo cuidado é pouco na hora de atravessar as ruas.
  • Procure as Free Walking Tours, que são passeios guiados de graça pelos principais pontos da cidade. Sempre saem do mesmo ponto.
  • A cidade é bem segura, pode caminhar sossegadamente!
  • Há muitos brasileiros que trabalham por lá. Você vai perceber pelo sotaque. Sem falar que sempre ajudarão no que você precisar.

Agora estou à caminho de Amsterdam. Me falaram que é a cidade mais louca da Europa. Será?

Victor Calazans

Victor Calazans

O DJ paulista Victor Calazans, é responsável pelo perfil @hebecamargo no Twitter, com aproximadamente 70 mil seguidores. Também é dono do site Flagrei.com e figura importante da cena underground de São Paulo.

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.