Um pouco mais sobre Amsterdã

Difícil é descobrir que o seu notebook não é compatível com alguns tipos de redes wi-fi da Europa. Vai entender … mas estou de volta, diretamente de um computador todo em alemão (não está sendo fácil digitar, hahaha).

Já estou em Berlim, mas voltei para falar de como foi a passagem por Amsterdã! 🙂

Não tem como negar: a capital da Holanda é linda. Demais. A cada rua você se encanta mais e mais pela cidade e seus canais, construções, barcos, bicicletas …

Eu, passando frio por lá. Tive que comprar um protetor de orelhas, hehe.

Não sei se é meu favoritismo pela primavera falando mais alto, mas impossível imaginar que a cidade fique tão bonita em outra estação do ano …

Uma das coisas mais interessantes de Amstedã é a mistura de tudo um pouco.
Como a cidade é super liberal é muito comum encontrar os famosos coffeeshops (lojas legalizadas de cannabis, ou seja, maconha, rs) por todo lado e tantas outras coisas que aqui no Brasil não estamos acostumados a ver. Mas tudo isso você encontra, por exemplo, na mesma rua cheia de restaurantes, famílias passeando, gente de toda idade entrando e saindo de sex shops e por ai vai … vale a pena um visita ao Red Light District da cidade. Sério, a mistura de  tudo isso é no mínimo, divertida. 🙂

Mas não pense que isso faz da cidade mais violenta, de forma alguma. Além de ser super bem policiada, Amsterdã é o tipo de cidade que você se sente bem seguro de andar pelas ruas de madrugada voltando pro hotel, por exemplo.

Aliás, a cidade não é tão grande e a melhor forma de passear por lá é a pé. Você pode usar o tram (bonde), que de bonde não tem nada, o transporte é super moderno e funciona super bem, mas nem precisei usar, consegui ir a todos os lugares andando sem cansar.

Você também pode fazer como os moradores da cidade e alugar uma bicicleta. Elas estão por todos os lados, talvez até mais comuns do que os carros, hehe. Até alguns comercios da cidade tem bicicletas personalizadas. Muito legal!

E claro que, não poderia deixar de falar de cerveja, afinal, estamos falando da terra da Heineken. Você vai encontrar Heineken por todo lugar, em todos os bares, em todas as esquinas.

Mas posso falar minha opinião? Achei a Heineken que chega no Brasil mais gostosa que a de Amsterdã, hihi. 😡

Deixar Amsterdã foi triste, sério. Queria passar muito mais tempo na cidade … mas Berlim me esperava e a minha primeira viagem de trem pela Europa também. E isso é assunto pra outro post. 😀

Na foto acima, a estação Centraal (com dois As) da cidade, de onde saem os trem para os vários destinos da Europa.

E vocês, tem vontade de conhecer, ou já conhecem Amsterdã?

Beijo!

Ana Paula

Paula é de São Paulo, designer, libriana e blogueira do Não Provoque. Com uma mochila nas costas e 20 dias para aproveitar Amsterdã, Berlim, Frankfurt, Praga, Zurique, Paris e Londres. Ela vai contar tudo pra gente sobre a trip pra Europa durante a estação mais florida. Tudo fica mais bonito na primavera, não é?

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.