#ViajanteCI: Como viajar de trem na Europa por Sara Bodowsky

Vocês conhecem a Sara Bodowsky? Ela é jornalista de gastronomia e viagem e escreve o blog Roteiro da Sara, além de ser apresentadora na Rádio Gaúcha e na CBN Porto Alegre. Deu pra perceber que ela entende bastante do nosso assunto preferido, né? Sara é nossa nova #ViajanteCI e compartilhou com a gente ótimas dicas para quem pretende explorar a Europa de trem. Fique atento ao vão entre o trem e a plataforma e vem com a gente! 🙂

FOTO 1

 

 

Hoje vou falar um pouco sobre uma das melhores maneiras de conhecer a Europa: de trem. Por vários motivos:

As estações ficam localizadas nas regiões centrais das cidades, diferente dos aeroportos que costumam estar mais distantes.

O trem noturno economiza tempo de deslocamento e custo de hospedagem: se organizar direitinho, você aproveita todo o dia, pega o trem à noite (não necessita chegar com horas de antecedência) e de manhã já está no seu novo destino.

As camas são confortáveis se você viajar à noite.

Os trens de alta velocidade são modernos e, como o próprio nome diz, rápidos.

Durante o dia é possível acompanhar as mudanças de paisagem pela janela – um dos principais atrativos da Europa.

Passe de trem

Nas férias levei um passe de trem para dois países: Itália e França. Para quem planeja se deslocar bastante de trem, é a melhor opção: algumas viagens são totalmente abonadas, com o passe, e outras, noturnas, tem desconto de mais de 50%.

A CI, me deu todas, eu disse todas as orientações sobre como ativar, quantos dias usar –  é preciso que quem compra o passe fique realmente atento ao passo-a-passo da ativação. Porque insisto nisso? Porque simplesmente, na correria, não prestei toda a atenção às orientações – e olha que além de falar,  me passaram por e-mail todos os detalhes – e acabei não ativando o passe antes da primeira viagem. O que podia ter me custado uma multa quase no valor do passe até saiu barato – levei uma lição de moral do operador de trens em Roma, que cometeu uma pequena infração aceitando acionar o passe após o início do uso.

Mas a regra é que, para poder usar com tranquilidade a gratuidade ou os descontos em trens que o passe permite, as regras devem ser observadas. Ele é um documento, válido apenas para estrangeiros (portanto, se você tem também passaporte europeu, lembre de levar o brasileiro para as viagens de trem).

Minha dica? Compre o passe de trem na CI. Dessa forma, além de você poder fazer uma projeção da viagem – e aí escolher exatamente que tipo de passe comprar, para quantos dias, de primeira ou segunda classe – se acontecer algum problema em qualquer viagem, você tem uma referência no Brasil para te ajudar.

Melhores países para viajar de trem na Europa

Os melhores países para visitar de trem são a França, a Suíça (que tem os trens panorâmicos, uma atração à parte) e aqueles do Leste Europeu.

A Itália também tem uma boa rede de trens, mas as estações de algumas cidades podem ser muito desorganizados e exigirem um plano B do viajante. Isso aconteceu comigo: tive experiências incríveis. Uma viagem linda e tranquila da Sicília à Roma (noturna, com uma cama confortável em uma cabine só para mulheres com outras três colegas de viagem), com direito até ao trem cruzando o Estreito de Messina de barco, e outras duas viagens entre Roma e Florença e Florença e Milão lno Le Frecce – trem de alta velocidade extremamente confortável, praticamente um avião.

FOTO4

FOTO5

FOTO3

O valor para essa classe, com o passe de trem que levei, foi de 10 euros. Sem o passe, pagaria mais de 60. Poderia ter ido no mesmo trem, mas em outro vagão mais simples, sem pagar qualquer valor extra. Mas quis ter a experiência dessa classe executiva em um trem de alta velocidade.

Mas, a experiência entre Milão e Paris foi diferente. Por um problema de acidente nos trilhos da Suíça, por onde o trem passaria no trajeto Itália-França, acabaram mandando os passageiros de ônibus para a capital francesa.

A viagem seria feita com o Thello, outro trem extremamente confortável que liga ambos os países. O problema é que o pessoal da Trenitália – principal companhia operadora de trens na Itália – em Milão, despreparada para uma situação improvável como essa, não sabia o que fazer com todos os passageiros que aguardavam o trem.

Acabei seguindo no ônibus oferecido e cheguei em Paris no mesmo horário que o trem chegaria – mas a confusão de acomodação dos passageiros nos trens foi bem complicada. Mas aí também houve um erro de cálculo meu – trechos mais longos devem ser reservados com antecedência. Como deixei para a última hora. tive que fazer algumas combinações extras e não tinha tempo para ficar mais um dia em Milão (havia a possibilidade de receber o valor extra que paguei pelo trem noturno e viajar outro dia). A ideia inicial era sair direto de Florença para Paris, mas de um dia para o outro não consegui essa viagem. Então, repito: nesse caso, tenha sempre o apoio da empresa de viagem no Brasil,

Não me entenda mal: viajaria muitas e muitas outras vezes de trem na Itália. Mas é preciso que estejamos preparados porque a confusão italiana quando algo sai fora do roteiro se parece, e muito, com a brasileira. Mas o lado bom de ter ido parar em Milão sem ter planejado foi conhecer a estação de trem – uma das mais lindas da Europa – e, nas cinco horas entre a chegada e a saída, ter ido até o centro conhecer a Catedral de Milano. Como? Deixei minha mala guardada na estação (ao custo de 6 euros), tomei um metrô ali mesmo e saí de frente para esse espetáculo:

FOTO7

Por dentro a Catedral é ainda mais incrível:

FOTO8

Logo, apesar de ter ido de ônibus a Paris, foi um presente inesperado a estadia em Milão por algumas horas. E sabe o que mais? Ainda consegui comer mais um prato das maravilhosas massas italianas antes de seguir para a França.

Então, NÃO PENSE DUAS VEZES: converse com o seu consultor CI, explique direitinho para onde e quando você quer viajar dentro da Europa e, POR FAVOR, preste muita atenção nas orientações. E olha: todas as experiências, das melhores àquelas inesperadas, vão te deixar com saudades na volta…

Muito legal a experiência da Sara! Qual ou quais países você tem vontade de conhecer de trem? 🙂

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.