White Temple dá “nova cara” aos templos

Futurista, fascinante e arrojado. Eis algumas definições simples, porém, clássicas e verdadeiras do White Temple (Wat Rong Khun), ou Templo Branco, localizado em Chiang Rai, no extremo Norte da Tailândia.

A construção, iniciada em 2007 e que só deverá estar totalmente concluída em 2070 (com previsão de contar com até nove prédios), é branca por excelência e busca representar a pureza de Buda.

Mesmo que o espaço passe a sensação de ser mais turístico do que voltado à contemplação religiosa (este, ao menos, foi meu sentimento), vale muito a visita, até por emprestar uma nova cara aos clássicos (e também belos) templos espalhados pelo país. Há quem garanta, aliás, que se trata de uma obra de arte, e não apenas de um templo budista.

 

Impactante, sem dúvida

 

A verdade, porém, é que a ideia do responsável pelo projeto (um rico artista visual e pintor de Chiang Rai que teve uma infância pobre) deu certo.

Decorado com espelhos em sua parte externa – que fazem com que o prédio “se transforme” ao longo do dia -, o local tem de tudo, desde uma ponte repleta de mãos e braços “vindos do inferno” (que simbolizariam a passagem das trevas para o paraíso) em sua entrada, até esculturas do Batman e pinturas do atentando de 11 de setembro. A proposta dessas pintura e estátuas, segundo a guia que nos acompanhava, é de que na vida real não existem heróis, sendo que para alcançarmos a verdadeira paz devemos seguir os ensinamentos de Buda.

Por lá, passam – e se surpreendem – entre 1 mil e 1,2 mil visitantes diariamente,embora esse número possa variar conforme o período do ano.

 

E o que dizer do corredor do inferno, logo na entrada do templo?

 

Mix interessante: enquanto o branco dá um ar de pureza ao espaço, alguma estátuas revelam o lado macabro da existência

 

O “melhor banheiro” da Tailândia O complexo todo é um luxo. Para se ter uma ideia, o prédio onde estão localizados os banheiros é maior do que muitos outros templos no país. Dourado da cabeça aos pés, a edificação simboliza prosperidade. Há quem diga que ali estão os mais luxuosos banheiros/sanitários do país. Pelo que vi até agora, tenho que concordar.

 

Acredite, este é o prédio dos banheiros!

 

Como chegar e quanto custa a entrada

Você tem a opção de se hospedar em Chiang Rai e ir com veículo próprio, moto, ônibus ou bicicleta até o templo, que fica a 10 km da cidade. Para estrangeiros, a entrada custa 50 Baths (cerca de R$ 5,00). A segunda alternativa é se integrar à uma excursão que parte de Chiang Mai, a 190 km do local. Esta última opção fatalmente incluirá outras atrações, como a visita ao Golden Triangle (divisa entre a Tailândia, Laos e Mianmar) e mais um ou dois roteiros, pelo preço final de cerca de 1.200 Baths (R$ 120,00).

 

Horário de funcionamento do White Temple

Das 6:30 às 18h, diariamente.

 

Dica Especialmente às mulheres, vale lembrar que a entrada nos templos só é permitida mediante certas condições de vestimenta: geralmente, sem deixar braços, pernas e seios à mostra. Aos homens, uma bermuda que cubra os joelhos serve; regatas não são permitidas.

Salus Loch

Salus Loch

Salus Loch é jornalista, advogado, escritor e fotógrafo amador, mas, acima de tudo, é um apaixonado por contar histórias e conhecer o mundo. Cada canto dele, se possível. Neste blog ele vai narrar, através de reportagens e fotos, um pouco de suas andanças – que cortam, no momento, o Sudeste Asiático. Detalhe: assim como você, ele evita gastos desnecessários em viagens. Os mochileiros irão gostar!

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.