7 cidades que estão se livrando dos carros

Depois de muitos anos discutindo o aquecimento global e o excesso de emissão de gás carbônico, diversas cidades ao redor do mundo começaram a se planejar para um futuro melhor e mais sustentável.

Conheça cidades que já estão completamente sem carros e outras que estão lutando para conseguir diminuir a frota de carros particulares para dar lugar aos pedestres, às bicicletas e a um ambiente urbano muito mais equilibrado.

1. Hamburgo, Alemanha
Hamburgo é a segunda maior cidade da Alemanha e a oitava maior da União Europeia. Com uma população de 1,7 milhão de habitantes, Hamburgo planeja tirar os carros das ruas em até 20 anos.

Desde 2014, o governo tem se empenhado em aumentar as áreas verdes da cidade e em construir novas calçadas para pedestres e ciclovias que sejam inteligentes e liguem todos os locais mais importantes da cidade. Investimentos têm sido feitos em parques já existentes e até para criar novos em rodovias e em avenidas.

Esse plano, chamado de Grünes Netz (Rede Verde em português), tem o objetivo de garantir que nenhum morador precise tirar o carro da garagem para se locomover dentro de Hamburgo. Ao final, a meta é que 40% da cidade seja coberta de verde.

CI_Blog(3)

2. Madri, Espanha
A capital e maior cidade da Espanha tem uma população aproximada de 3,3 milhões de pessoas. Desde 2015, Madri vem restringindo a circulação de carros pelo centro da cidade que, agora, fica totalmente aberto para ciclistas e para pedestres.

Medidas como essa, para reduzir a poluição e melhorar as condições de deslocamento, continuam sendo tomadas desde então. Hoje, já são mais de 3 quilômetros quadrados tranquilos e convidativos para moradores e para turistas.

CI_Blog(2)

3. Milão, Itália
A área urbana de Milão, na Itália, é a quinta maior da União Europeia e possui cerca de de 4 milhões e 300 mil habitantes.

Pela primeira vez, em 2011, o governo de Milão baniu os carros das ruas por 10 horas para reduzir os índices de poluição que excederam os limites durante 12 dias seguidos. Considerada, nessa época, uma das cidades mais poluídas da Europa, Milão vem criando medidas para melhorar as condições do ar e de circulação da cidade.

Atualmente, motoristas que deixam seus carros em casa ganham passes gratuitos para utilizar nas linhas de transporte público ou em bicicletas compartilhadas do BikeMi (estações espalhadas por toda a cidade). Por meio de um sistema criado para localizar os carros, é possível saber se ele foi usado ou não. Assim, por cada dia que ele fica parado em casa, é enviado um vale passagem ao seu dono. Sustentável para a cidade, saudável para a população!

CI_Blog(7)

4. Copenhagen, Dinamarca
Com o processo de expansão ambiental mais avançado do que o das cidades citadas acima, hoje, mais da metade da população de Copenhagen, que equivale a mais ou menos 1 milhão e 200 mil habitantes, já se locomove de bicicleta.

Desde a década de 60, o governo começou a introduzir áreas especiais para pedestres e zonas específicas livres de carros. O que foi se estendendo gradativamente pela cidade dinamarquesa. Lá, também se encontram as exclusivas “bicipistas”, estradas de alta velocidade para bicicletas que já somam 200 quilômetros.

CI_Blog(1)

5. Oslo, Noruega
Oslo é a capital da Noruega, a maior cidade do país e a primeira cidade sem carros do mundo. Com um grande esforço do governo e da população de, aproximadamente, um milhão e meio de habitantes, a meta é que, até 2019, a circulação de veículos particulares seja completamente banida da cidade.

Algumas das medidas que estão sendo tomadas para chegar a esse objetivo são a construção de, pelo menos, 60 quilômetros de ciclovias, maiores investimentos em transportes públicos e em transportes especiais para pessoas com deficiências e expansão e criação de áreas verdes na cidade.

CI_Blog(5)

6. Bruxelas, Bélgica
Depois de celebrar por alguns anos o “Dia Sem Carros”, incentivando o uso de transportes alternativos pela população, Bruxelas, a maior cidade da Bélgica, vem tomando algumas medidas para diminuir de vez a circulação de automóveis.

O tráfego pelo centro era um dos mais intensos da cidade. Por isso, em 2015, o prefeito eliminou os carros dessa área da cidade (assim como em Milão), que se tornou a maior área livre para pedestres da Europa.

CI_Blog(4)

7. Nova York, Estados Unidos
Por ser a parte mais concorrida da cidade mais populosa dos Estados Unidos, a ilha de Manhattan, em Nova York, tem sofrido, cada vez mais, com congestionamentos. Cerca de 2,1 milhões de carros estão registrados na cidade. E, apesar de possuir um excelente sistema de metrô, Nova York tem lutado para que os pedestres possam andar tranquilamente pela cidade sem estar em lugares subterrâneos.

Algumas das medidas tomadas foram o fechamento da Times Square, que, agora, é livre apenas para pedestres, a construção de 560 quilômetros de ciclovias e de novos parques como o High Line Park, criado a partir de uma antiga linha ferroviária.

CI_Blog(6)

CI_Blog(8)

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as cidades ao redor do mundo que estão lutando por mais qualidade de vida, que tal conhecê-las pessoalmente?

Conheça o Simulador de Cursos da CI e encontre a sua viagem perfeita de acordo com o seu destino preferido, o seu tempo disponível e o curso desejado.

Ou Explore o Mundo e descubra muitos horizontes.

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.