Desmistificando 15 mitos sobre viagem

Todo mundo já ouviu histórias e recomendações especiais que alimentam o medo e tiram um pouco do nosso sossego na hora de explorar um país desconhecido. Coisas que as pessoas dizem sobre hoteis, transporte, segurança, jet lag.

Mas não há razão para se preocupar além da conta: há muitas lendas e mitos que são puro exagero. Ou que até tem alguma razão de ser, mas que não se aplicam sempre, e nem para todos os casos.

Imagem_1

Vamos rever alguns deles e tentar deixar você mais tranquilo e preparado para aproveitar seu próximo passeio ao máximo!

1. Viajar é caro

Aquele tipo de férias na qual você tenta relaxar em apenas duas semanas todas as 52 semanas de estresse do trabalho num resort no Caribe: isso é caro. Mas, ao optar por viajar fora da temporada, alugando apartamento, vaga ou quarto de albergue, e comendo o que comprou no comércio local, dá para viajar por meses gastando bem menos do que no exemplo acima.

2. O trem é o meio de transporte mais rápido e barato para viajar pela Europa

Imagem_2

Empresas aéreas já estão oferecendo bilhetes com preços competitivos dentro da Europa, tornando alguns trechos mais acessíveis e interessantes pelo ar do que pelas ferrovias. Pesquise.

3. Você vai precisar de autorização especial para dirigir fora do seu país

Em muitos países, especialmente na Europa ocidental, a habilitação do país de origem basta, desde que a permanência seja inferior a seis meses.

4. Os moradores da região sempre conhecem os melhores restaurantes, hoteis e atrações

Imagem_3

 

Apesar de ser possível encontrar algumas pérolas escondidas perguntando aos locais, nem todos são especialistas ou tão bem informados. Na verdade, alguns sabem das coisas, outros podem lhe dar a dica errada. Além disso, quantas vezes uma pessoa que mora na cidade se hospeda num hotel ou frequenta certas atrações turísticas? Às vezes, é melhor perguntar a um colega viajante que fez o dever de casa pesquisando, ou até usar serviços como o Foursquare, o Yelp e o TripAdvisor, dando especial atenção às dicas de quem esteve lá.

5. O jet lag pode ser combatido se você dormir bastante

Errado. Você precisa, na verdade, reajustar seu ritmo. Como? Procurando pegar o máximo possível de luz do sol e fazendo o máximo de exercício possível (caminhadas pela cidade, por exemplo), além de reduzir as sonecas e cochilos ao mínimo necessário. Funciona muito bem para reajustar seu relógio biológico.

6. Faça um tour, e será arrastado pela cidade como gado para ter uma experiência artificial e empobrecedora

Imagem_4

Embora alguns tours possam realmente corresponder a esse estereótipo, existe um movimento crescente na direção de tours feitos em grupos menores orientados por guias locais com real conhecimento de causa. Um bom guia turístico pode lhe dar muita informação relevante e pouco conhecida.

7. O inglês é a segunda língua no mundo inteiro

Embora seja amplamente disseminado, existem muitas partes do mundo em que não será possível encontrar nem uma pessoa que fale ou compreenda inglês. Isso é mais comum no interior, em cidades menores, ou em regiões não tão turísticas. A boa notícia é que sorrisos e alguma mímica costumam resolver a parada.

8. O Duty free é sempre mais barato

Imagem_5

Às vezes, é realmente o melhor lugar pra comprar, mas, outras vezes, essas lojas são mais caras do que se você comprasse a mesma coisa lá fora. É melhor pesquisar os preços antes.

9. Hoteis de alto luxo valem cada centavo

Depende. A maioria tem quartos sensacionais, funcionários super bem treinados e estão situados numa excelente região, mas pode haver algumas decepções. Não dá pra considerar que o preço de um hotel corresponde automaticamente à qualidade do serviço em todos os detalhes. Você pode estar esperando Wi-Fi gratuito pelo hotel inteiro, e o estabelecimento cobrar caro por essa conveniência, além de cobrar por fora, e caro, por um monte de itens, como o café da manhã, estacionamento, etc.

10. Fechar pacotes de passeio é sempre mais barato

Imagem_6

Apesar de muitas vezes ser verdade, especialmente nos pacotes que incluem tudo, existem pacotes que são armadilhas. Faça o dever de casa e analise o preço individual de cada atração ou serviço incluído no pacote, e você poderá ficar surpreso com o preço final sendo cobrado.

11. O key card do hotel tem todas as suas informações pessoais codificadas, incluindo o número do cartão de crédito

Lenda. Os cartões que substituíram as chaves dos quartos carregam um código para abrir a porta e algumas informações pessoais básicas. Nada com que se preocupar.

12. Você precisa ficar num albergue, comer na rua e caminhar sem destino pela cidade durante horas para ter uma experiência autêntica

Imagem_7

Apesar de ser possível ter ótimas experiências fazendo isso, também é possível ter grandes experiências junto às pessoas e à cultura local alugando um apartamento ou casa confortável, comendo em restaurantes e até (cof! cof!) fazendo um tour guiado.

13. Não é seguro viajar sozinho

Viajar sozinho pode ser assustador, mas é completamente viável e pode ser feito com segurança. Apenas informe-se sobre as condições de segurança do lugar a ser visitado, conheça um pouco mais da cultura e realidade do local, e aja responsavelmente.

14. Vão furtar sua carteira e seu dinheiro

É possível, mas isso pode acontecer da mesma maneira na cidade onde você mora. Provavelmente, a chance de ser furtado numa aglomeração na sua cidade natal é igual à chance disso acontecer em outra cidade de outro país. Claro que existem áreas onde esse tipo de ocorrência é comum, mas a maior parte do mundo é tão segura quanto os lugares que você costuma frequentar. Tome algumas precauções básicas, como usar uma cinta para as cédulas e documentos, ou uma carteira dessas de levar pendurada ao pescoço, para dentro da blusa.

15. Comida de rua faz mal

Imagem_8_Chamada

Algumas das melhores refeições que você pode fazer na Tailândia ou no México, para citar algumas cidades que carregam essa fama, são justamente as opções servidas na ruas, mercados e feiras. Certifique-se de que o preparo seja feito em condições aceitáveis de higiene (principalmente alimentos preparados na sua frente) e dê preferência a quiosques e barracas com a fila mais longa, já que ali provavelmente está o alimento mais fresco e bem preparado.

*  *  *

Deu até pra respirar mais aliviado, né? Viajar é bem mais tranquilo e agradável quando a gente se dá ao trabalho de conhecer a realidade do outro. Agora é hora de pôr em prática o novo conhecimento adquirido. Já escolheu seu Mochilão? Então, só falta encontrar a passagem mais barata!

CI Intercâmbio e Viagem

CI Intercâmbio e Viagem

A CI Intercâmbio e Viagem produz o blog Caia no Mundo e é a maior empresa de intercâmbio e turismo jovem do Brasil. Mais de meio milhão de pessoas já embarcaram com a CI para conhecer o mundo em viagens que unem estudo, trabalho e lazer.

Saiba mais em ci.com.br

Receba Nossa Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro de todas as novidades e promoções da CI.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.